Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Está no SPC ou Serasa? Descubra se quem tem nome sujo pode comprar no carnê

0

Com a crise econômica pela qual o país está passando devido à pandemia de coronavírus, o carnê voltou a ser uma realidade para os consumidores. Entretanto, em uma realidade de desemprego e problemas de crédito, fica a pergunta: quem tem nome sujo pode comprar no carnê?

Neste texto, vamos explicar se quem tem nome sujo pode comprar no carnê e quais são as condições para quem está nessa situação. Continue lendo e confira!

É provável que você também goste:

Cartões de supermercado durante a crise: 5 ótimas opções para escolher

Caixa vai alterar o calendário da 2° parcela do auxílio emergencial.

Golpe do empréstimo para negativados no SPC/SERASA: como denunciar?

O que significa ter o nome sujo?

Atualmente, o Brasil possui cerca de 61 milhões de pessoas negativadas em órgãos como SPC e Serasa. São pessoas que, por diversos motivos, não conseguirem honrar suas dívidas e acabaram atrasando seus pagamentos.

Muitas vezes, essas contas atrasadas são quitadas por meio de negociações diretas com os estabelecimentos, mas quem tem nome sujo continua presente no SPC ou Serasa. Com a crise atual, muitas pessoas dependem do crediário e precisam fazer novas compras, mesmo com o nome sujo.

Como funcionam as compras no carnê?

Antes que o cartão de crédito fosse popular entre os brasileiros, o carnê era a forma mais conhecida de parcelar compras. Com essa forma de pagamento, o consumidor recebe da empresa um carnê no qual cada folha corresponde a uma parcela a ser paga. Basicamente, é a mesma lógica dos boletos.

Os carnês são pagos diretamente na loja ou, em alguns casos, em bancos e agências bancárias. Da mesma forma que nas compras com cartão, a compra no crediário sujeita o consumidor à cobrança de juros em caso de atraso e seu não pagamento tem como consequência a negativação no SPC ou Serasa.

Mas, afinal, quem tem nome sujo pode comprar no carnê?

Sim, quem tem o nome sujo pode comprar no carnê, mas com algumas condições. É muito comum a ideia de que pessoas negativadas não tenham acesso ao crediário de lojas. No entanto, com a digitalização de muitos serviços financeiros, se tornou mais fácil conseguir comprar no carnê mesmo negativado.

Atualmente, algumas financeiras oferecem essa possibilidade e mesmo quem tem nome sujo pode comprar no carnê. Muitas delas, inclusive, sem ser necessária a análise de crédito. Em geral, essa possibilidade é oferecida para compras de produtos com maior valor agregado, como móveis e eletrodomésticos.

É possível comprar em lojas físicas tendo o nome sujo?

Apesar de terem um processo mais rigoroso, algumas lojas físicas também permitem a quem tem nome sujo comprar no carnê. Afinal, o nome sujo não é o único critério usado por empresas para liberar o crediário.
Fatores como renda do cliente e ocupação, histórico de pagamento antes da inclusão do CPF no SPC e Serasa e um bom relacionamento com a empresa também podem ajudar nesse caso.

Assim, antes de decidir onde realizar sua compra, entre em contato com o estabelecimento e converse sobre as possibilidades oferecidas, descobrindo se quem tem nome sujo pode comprar no carnê. Lembre-se, apenas, de avaliar o valor máximo de suas parcelas para não perder o controle financeiro.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: AS photo studio, via Shutterstock.

Comentários
Carregando...