Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Saiba quanto está valendo uma nota de plástico de R$ 10

0

A nota de plástico de R$ 10,00, lançada em 2000, atualmente vale muito para colecionadores. Ela foi criada para homenagear os 500 anos da chegada dos portugueses no Brasil. A nota chama a atenção por usar cores dominantes, como laranja e azul.

Na parte da frente da cédula, a nota exibe Pedro Álvares Cabral com o mapa do Brasil e as caravelas. Está incluída também uma cópia das cartas enviadas à coroa portuguesa sobre o descobrimento das novas terras.

Na parte de trás, constam fotos de brasileiros para representar a diversidade cultural e étnica da nação, um mapa do país e a escrita “Brasil 1500-2000″. A nova nota começou a circular junto da cédula de R$ 10 tradicional, com uma arara no verso e uma exibição da república na frente.

Quanto tempo as notas de plástico ficaram em circulação?

Por serem valiosas e estarem fora de circulação por duas décadas, muitos colecionadores buscam adicionar notas de polímero como essas às suas coleções.

Conforme especialistas, o BC (Banco Central) retirou as notas de plástico de circulação em outubro de 2006. Então, as notas circularam em todas as regiões do país por seis anos até começarem a desaparecer.

Quanto vale a nota de plástico de R$ 10?

As novas notas de R$ 10 são consideradas mais raras, porém as notas de R$ 1 também são valorizadas.

  • Em 2000, o projeto disponibilizou cerca de 250 milhões de cédulas, que foram resgatadas pelo Banco Central ou então se desgastando;
  • Atualmente, uma nota de R$ 10 de plástico custa entre R$ 130 e R$ 150.
  • Especialistas dizem que o valor aumentará no futuro.

Dessa forma, se você tiver um exemplar em em casa, guarde a nota por mais tempo. Daqui a alguns anos, a nota poderá valer mais de R$ 1 mil cada unidade.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então, siga-nos no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Divulgação / Banco Central

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar