Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Nova lei pode mudar o trabalho de motoristas de aplicativo; entenda

Nova lei pode impactar motoristas de aplicativos. Descubra como. Leia mais e proteja seus direitos agora. Saiba mais!

Na próxima semana, a Comissão de Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados analisará uma importante proposta de lei. O texto, que aborda a regulamentação do trabalho via aplicativos de transporte privado, promete acirrar os debates entre parlamentares, empresas e representantes dos trabalhadores.

Assim, o PLP 12/2024, moldado pelo governo e refinado pelo deputado Augusto Coutinho, tem em vista definir diretrizes precisas para a prestação crescente desse serviço. Dessa maneira, com foco na rápida expansão desse setor, o projeto de lei complementar visa estabelecer parâmetros claros para sua regulamentação.

Qual é o conteúdo da nova lei?

Imagem de motorista mexendo em celular grudado ao vidro do carro enquanto dirige nova lei
Imagem: Rostislav_Sedlacek / shutterstock.com

O PLP 12/2024 introduz medidas para a inclusão previdenciária, assim como outros direitos que visam melhorar a condição de trabalho dos motoristas. Assim, essa iniciativa, fruto de longas discussões em um grupo de trabalho dedicado, inclui representantes tanto das empresas quanto dos próprios trabalhadores.

Porém, nem todos visualizam a proposta com otimismo. Gilberto Almeida dos Santos, presidente do SindimotoSP, por exemplo, vê possíveis repercussões negativas. Ele argumenta que as leis atuais já seriam adequadas e que a nova legislação poderia reduzir direitos trabalhistas essenciais como férias remuneradas e o 13º salário.

Pontos de vista divergentes em audiência pública

Contrastando com essa visão, a audiência pública realizada em Mato Grosso do Sul revelou que alguns trabalhadores anseiam por regulações que protejam seus direitos sem comprometer a flexibilidade da atividade autônoma. Essa divisão de opiniões mostra a complexidade de regulamentar um modelo de negócio moderno e altamente digitalizado.

Veja também:

Bolsa Família: 70 mil famílias NÃO receberão benefício em junho; saiba mais

Após a votação na Comissão de Indústria, Comércio e Serviços, a proposta seguirá para outras comissões, incluindo Trabalho e Constituição, Justiça e Cidadania. Se aprovada, a mudança legislativa poderia, segundo proponentes, oferecer uma base mais justa para o trabalho intermediado por aplicativos. Esta decisão ode influenciar o panorama empresarial brasileiro na área de tecnologia e mobilidade.

Imagem: Rostislav_Sedlacek / shutterstock.com