Open Banking começa primeira fase – Entenda as vantagens!

O sistema financeiro Open Banking já chegou ao Brasil com diversas vantagens.

0

No início do mês, o Banco Central anunciou a primeira fase do sistema que poderá inovar o mercado financeiro por dar autonomia aos clientes: o Open Banking. O objetivo do Open Banking é que as instituições que participam desse sistema compartilhem serviços, produtos e taxas disponíveis. Dessa forma, os clientes poderão ter conhecimento das informações sobre atendimento e horários de funcionamento das empresas, por exemplo.

Com a supervisão do Banco Central, o Open Banking está dividido em quatro etapas. Após ter sua fase inicial adiada no final do passado, ele enfim começa agora!

É provável que você também goste:

Com Open Banking, Banco Original vê uma nova fase para o sistema financeiro e planeja ampliar parcerias com fintechs

Open Banking vai permitir trocar de banco e continuar com o mesmo limite de crédito

6 coisas que o open banking vai mudar no seu dia a dia

O que é e quais as vantagens

Open Banking é um sistema bancário aberto que concede ao cliente o poder a respeito das informações levantadas pelos bancos. Ele permite que ocorra compartilhamento de serviços e dados de cliente entre as instituições financeiras, tudo sempre com o consentimento: somente com autorização do cliente as empresas farão a troca de informações de usuário. Um dos principais benefícios sem dúvida é a oferta de serviços personalizados para o consumidor.

O Open Banking também auxilia na publicidade das empresas, que poderão criar mais propagandas direcionadas aos usuários. Além disso, os clientes também passam a possuir maior liberdade para realizar a troca de instituições que prestam serviços, além dos custos reduzidos com intenção de atrair mais consumidores. 

A competitividade entre instituições é outro ponto positivo, pois dará mais opções aos clientes por ter mais produtos e propiciar a entrada das corporações no mercado competitivo.

O Open Banking é uma exclusividade brasileira?

Esse sistema – que é um conjunto de tecnologias e regras – não é exclusividade do Brasil.

A Inglaterra, em 2018, criou algo semelhante. Outros países, como a Austrália, já iniciaram sua primeira fase em julho do ano passado. 

A Índia também não deixou a oportunidade passar e já está no caminho da criação de seu Open Banking; enquanto Rússia, Estados Unidos e Canadá já colocaram em prática estudos para iniciar a criação de um sistema próprio.

O sistema no Brasil

No Brasil, a primeira de quatro fases já foi implementada e as próximas já possuem datas marcadas, com a segunda programada para o meio do ano (15/07).

A terceira será em 30 de agosto e, por fim, a quarta etapa será em 15 de dezembro. Somente na última etapa será possível a troca de informações entre as empresas.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: Song_about_summer / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...