Ourocard Fácil vs Nubank: Com o intuito de concorrer de frente com as Fintechs, os grandes bancos têm lançado versões de cartões de crédito sem anuidade, como por exemplo o Santander Free. Recentemente, o Banco do Brasil lançou o seu cartão de crédito voltado para quem não possui conta e que procura por isenção de anuidades. Entretanto, fica a pergunta no ar: será que o Ourocard Fácil vai desbancar Fintechs como o Nubank?

Leia também:

Existe cartão de crédito para negativado no SPC ou no SERASA?

Entenda o risco em depositar o seu dinheiro na NuConta.

Como funciona o programa de pontos do Credicard Zero.

Ourocard Fácil vai desbancar o Nubank?

O cartão Ourocard Fácil foi disponibilizado ontem (19) para correntistas ou não correntistas do banco.

Na realidade, o cartão de crédito Ourocard Fácil terá uma anuidade de R$ 60, dividida em 12 vezes de R$ 5. No entanto, se o cliente consumir pelo menos R$ 100 em determinado mês, ficará isento da mensalidade. Neste aspecto, o cartão fica isento de mensalidade se ele for realmente utilizado.

O cartão Nubank possui atualmente mais de 4 milhões de clientes, sendo que o principal diferencial é a isenção de tarifas. A única tarifa existente no Nubank é para quem quiser aderir ao programa de benefícios Nubank Rewards.

Nubank

Consumidor Fintech

Através da pesquisa ‘Conhecendo o consumidor das Fintechs’, que foi divulgada em 2017 e realizada pela Cantarino Brasileiro, precisamos considerar algumas informações importantes sobre o perfil dos usuários dos bancos digitais. De acordo com a pesquisa, o consumidor ainda desconhece as Fintechs, concentrando na faixa etária entre 16 e 34 anos.

Existe uma grande oportunidade de crescimento deste mercado, e isso foi evidenciado pelo Nubank, por exemplo. Os grandes bancos, que cada vez mais reduzem as suas áreas físicas, tem noção disso. Eles tentam competir com as Fintechs, lançando soluções semelhantes e que possam agradar este público.

Ourocard Fácil vs Nubank

Será que o Ourocard Fácil vai desbancar o Nubank? Vejamos logo a seguir.

Ourocard Fácil

Primeiramente, o Banco do Brasil é uma instituição financeira tradicional, que não vai sofrer com as barreiras que as Fintechs enfrentam. Além disso, as pessoas têm muita resistência em trocar de banco, dificultando que ocorra uma concorrência mais acirrada no setor.

Um exemplo a se considerar é a questão da confiança, pois muitos ainda não sentem-se completamente seguros com os bancos digitais. Tivemos o episódio do Banco Neon, que teve a sua liquidação decretada pelo Banco Central. Posteriormente, a Fintech Pagamentos Neon fez uma parceria. Dessa vez, foi com o Banco Votorantim, mas ficou com a reputação abalada, assim como as Fintechs.

Portanto, a tendência é que muitos clientes optem pelo Ourocard Fácil, pensando justamente na credibilidade do Banco do Brasil.

Ourocard Fácil vs Nubank – comparação

A solicitação de ambos os cartões é realizada pela internet, sem muita complicação. Basta baixar o aplicativo e solicitar o cartão de crédito. Tanto o Ourocard quanto o Nubank fazem uma análise de crédito e após liberam o cartão.

O Nubank não cobra anuidades. Por outro lado, o Ourocard Fácil isenta apenas quem gastar pelo menos R$ 100 no mês. Lembrando ainda que não é necessário possuir conta em banco para nenhum dos cartões de crédito. Além disso, os apps de ambos cartões de crédito são atualizados em tempo real, e possuem várias funcionalidades disponíveis.

O Nubank possui algumas vantagens em relação ao Ourocard Fácil, como a possibilidade de antecipar a fatura com desconto, e o programa Nubank Rewards, que possui uma série de benefícios. Porém, ele não é gratuito (anuidade de R$ 190), e apenas torna-se vantajoso para quem ustiliza muito o cartão de crédito.

Por outro lado, o Ourocard Fácil além de ser aceito no exterior, também dá desconto em shows e dá o direito de participar de promoções exclusivas, que podem valer mais a pena que o Nubank.

Conclusão:

O Ourocard Fácil pode ser uma excelente escolha para aqueles usuários que ainda tem receio de entrar no mundo das Fintechs. Ou ainda, como a segunda escolha de um cartão de crédito digital. Porém, nada indica que ele vá ‘desbancar o Nubank’. Pode ser que uma grande quantidade de usuários comece a utilizá-lo. Principalmente pelo fato de contemplar correntistas e não correntistas do Banco do Brasil. Contudo, que queiram usufruir as facilidades de um cartão de crédito digital. Entretanto, o roxinho continuará sendo um dos cartões de crédito mais amados do Brasil. Além disso, com uma grande quantidade de clientes que cresce a cada dia.

Gostou do artigo?

Nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Sobre o autor Ver todos os posts

EDUARDO MENDES

Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades.
Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Co-fundador do Seu Crédito Digital e do Optclean Tecnologia.

Comentários no Facebook