O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse hoje (6), que o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial deverá ser mais rápido. Isso porque, segundo ele, o governo já tem uma base de dados das pessoas que devem receber o benefício.

É provável que você também goste:

Governo vai começar a pagar antecipação do BPC Loas.

N26, o “Nubank alemão”, recebe aporte milionário para enfrentar a crise do coronavírus

Calendário da 2ª parcela do Auxílio Emergencial deve se estender por mais de uma semana.

Caixa afirma que o pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial será mais rápido

“O segundo lote de pagamentos será feito de uma maneira muito mais eficiente. Nós já temos uma base de dados das pessoas que receberão”, disse Guimarães, sem detalhar o calendário.

Além disso, na coletiva de terça-feira (5), o presidente da instituição financeira já tinha dito que, a “curva de aprendizado”, dos últimos dias, “o pagamento da segunda parcela deve ser mais rápido e a terceira mais rápida ainda”.

Os próximos pagamentos deverão ser feitos com “datas espaçadas”, mas não deu mais detalhes sobre isso.

É provável que você também goste:

Suspensão da contribuição previdenciária patronal poderá ser votada pelo Senado em breve.

Coronavírus pode durar dois anos, de acordo com novo estudo.

Enfim, gostou da matéria sobre a Caixa afirmar que o pagamento do auxílio emergencial será mais rápido?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Brenda Rocha/Shutterstock.