Pesquisa aponta os bancos que cobram as menores tarifas

bancos que cobram as menores tarifas

Os bancos podem ser grandes aliados dos correntistas quando o assunto é economia. Por isso é importante ficar atento para as tarifas em que são cobradas na sua conta. Pensando nisso, a Proteste comparou as taxas cobradas pelos bancos e levou em consideração dois perfis de clientes: os que realizam dois DOCs/TEDs, três transferências entre contas, consulta um extrato e realiza quatro saques por mês, e outro que realiza seis DOCs/TEDs, consulta três extratos, faz dez saques e faz sete transferências entre contas. Confira logo abaixo a pesquisa que aponta os bancos que cobram as menores tarifas.

Como sempre mencionamos aqui no Seu Crédito Digital, o Banco Inter é a melhor escolha tanto para o perfil de cliente que usa poucos serviços bancários como os que realizam muitas transações seja pela internet ou pelos terminais de autoatendimento.

Leia mais:

Abertura de conta: Fintechs levam vantagem sobre os grandes bancos.

Os melhores bancos digitais sem anuidade em 2018.

Mas para aquela pessoa que prefere usar serviços bancários presenciais dos bancos tradicionais, a opção mais barata é o Banrisul, seguido pelo Bradesco.

O Banrisul cobra 18,45 reais por mês para aqueles correntistas que utilizam pouco os serviços bancários e 41 reais para quem faz mais operações. Entretanto o Bradesco cobra 19,40 reais em tarifas para quem utiliza menos serviços e 54,20 reais para quem faz mais transações bancárias.

A associação de consumidores Proteste realizou o levantamento em dezembro de 2017 e listou dez bancos. A listagem incluiu também instituições de menor porte e bancos digitais.

O Banco Inter é o que mais se destacou porque tem realmente uma conta digital totalmente gratuita. O banco oferece diversos serviços gratuitos, mas precisam ser usados exclusivamente por meios digitais ou canais de autoatendimento.

Desde o último levantamento da Proteste, as opções de contas digitais diminuíram, principalmente as gratuitas. Até porque, atualmente, as contas digitais dos bancos Original e Neon são pagas. Além disso, outras três grandes instituições que forneciam serviços ilimitados e gratuitos (Itaú, Banco do Brasil e Bradesco) acabaram suspendendo a oferta de conta para clientes novos.

Renata Pedro, coordenadora de pesquisas da Proteste, disse que as contas digitais deveriam ser sempre uma opção mais econômica, até porque as transações são feitas por meios digitais. Isso torna a operação com menor custo para o banco. No entanto, segundo Renata, isso nem sempre é verdade: “O estudo mostra que a conta oferecida pelo banco digital Neon tem tarifas mais caras do que os grandes bancos para os dois perfis pesquisados”.

Embora o Nubank seja uma das maiores fintechs do Brasil, o levantamento não considerou a startup financeira. Afinal, ela não oferece conta corrente, mas sim uma conta de pagamento. Uma conta corrente oferece serviços adicionais como saques e cartões de débito. Exatamente por isso, o Nubank não foi incluído na pesquisa.

É importante salientar que o estudo leva em consideração somente dois tipos de perfis de uso. Isso significa que o ranking de bancos pode mudar de acordo com o perfil de uso do correntista.

Confira o resultado da pesquisa da associação de consumidores Proteste:

Pesquisa aponta os bancos que cobram as menores tarifas

bancos que cobram as menores tarifas

Gostou da notícia sobre os bancos que cobram as menores tarifas ?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Fonte: Exame.

Sobre o autor Ver Posts Author website

Luiz Felipe Kessler

Graduado em Administração de Empresas pela UFRGS.

Entusiasta de fintechs e tudo o que a tecnologia proporciona de facilidades em nossas vidas.

Fundador dos sites Seu Crédito Digital, Conexão Estudante e do Optclean Tecnologia.

Comentários no Facebook