Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Pessoas com nome sujo podem fazer compras com boleto parcelado?

Descubra como comprar no boleto parcelado mesmo com o nome sujo e aproveite as vantagens dessa opção de pagamento!

O estigma de estar com o nome sujo pode parecer um grande obstáculo na vida financeira de muitas pessoas. No entanto, o mercado tem evoluído para oferecer mais oportunidades e soluções de crédito para quem enfrenta essa situação. Uma dessas soluções é o pagamento via boleto parcelado, uma opção que vem ganhando espaço e aceitação.

Para quem está com restrições financeiras e sente as portas se fechando, entender as novas formas de crédito é essencial. Os boletos parcelados podem representar uma saída para adquirir bens ou serviços mesmo quando outros métodos de pagamento estão fora de alcance devido ao status de negativação. Continue a leitura para mais informações!

Quem tem o nome sujo pode comprar no boleto com parcelamento?

Duas pessoas com nome sujo calculando as dívidas.
Imagem: Rawpixel.com / Shutterstock.com

Antes de mais nada, é importante entender o que significa essa modalidade de pagamento que tem auxiliado muitos consumidores. Um boleto parcelado permite que o cliente divida o total de uma compra em várias parcelas mensais, cobradas por meio de boletos enviados periodicamente até o final do pagamento.

Uma das principais dúvidas de quem está com o nome sujo é sobre a possibilidade de fazer compras de forma parcelada. A resposta é sim. Diversas empresas não realizam consultas aos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa ou SPC, antes de autorizar esse tipo de transação.

Logo, isso é uma vantagem para quem precisa adquirir produtos essenciais mas não dispõe de cartão de crédito ou está com o limite comprometido.

Veja também:

Prova de vida do INSS descomplicada; veja como fazer a sua

Condições para aprovação do boleto parcelado

Embora muitas vezes a empresa permita o uso do boleto parcelado sem consulta ao crédito, algumas condições ainda se impõe. Os critérios de liberação do pagamento nesta modalidade podem incluir:

  • Apresentação de comprovante de renda;
  • Limitação do valor do crédito;
  • Definição de um número menor de parcelas;
  • Exigência de um valor inicial como entrada.

Dessa forma, há a adoção dessas medidas por instituições financeiras para minimizar os riscos de inadimplência, mesmo oferecendo oportunidades para quem está com nome sujo.

Imagem: Rawpixel.com / Shutterstock.com