Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

PIS-Pasep: R$ 23,4 bilhões estão disponíveis na Caixa

0

Apesar da crise econômica, do desemprego, da disparada da inflação no país, além de outras dificuldades como os salários baixos, aproximadamente 10,6 milhões de pessoas ainda não sacaram suas cotas do Pis-Pasep. As cotas do fundo estão liberadas desde agosto de 2019, sendo um total de R$ 23,4 bilhões parados atualmente na Caixa Econômica Federal. Então, para saber mais e ver quem tem direito aos valores, confira a seguir.

É provável que você também goste:

Bradesco ganha autorização do Cade para assumir banco Digio

Caixa paga nesta quarta-feira (24) Auxílio Brasil a cadastrados com NIS de final 6

Cartão iFood Benefícios: como funciona? É possível usar no app?

Cartão de Crédito Caixa Tem: é possível pedir cartão adicional?

PIS-Pasep: R$ 23,4 bilhões estão disponíveis na Caixa

Dessa forma, segundo a Caixa, os valores estão à espera dos trabalhadores, ou dos seus herdeiros em caso de morte dos titulares das cotas. As cotas do Pis-Pasep são o resultado dos créditos depositados pelo empregador no fundo entre os anos de 1971 a 04 de outubro de 1988.

Em resumo, todos os trabalhadores e trabalhadoras com carteira assinada cadastrados no Fundo Pis-Pasep até 4 de outubro de 1988 que possuam saldo de cotas podem sacar. Para saber se você tem direito, basta consultar o aplicativo do FGTS, o site do FGTS ou o internet banking da Caixa. Também é possível consultar o saldo nas agências da Caixa.

Vale dizer que o valor do Pis-Pasep não é de um salário mínimo. Na verdade, as cotas se referem ao saldo residual de valores creditados. O prazo para retirada do dinheiro é 1º de junho de 2025. Após isso, os valores não sacados viram propriedade da União.

Por fim, o próximo calendário de pagamentos do PIS-Pasep deve iniciar apenas em 2022. Anterior a isso, a liberação dos recursos começava no 2º semestre e se estendia até o 1º semestre do ano seguinte. Entretanto, os valores previstos para o 2º semestre de 2021 serão pagos no início de 2022.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -