Prazo de isenção de Imposto de Renda na venda de imóveis poderá ser prorrogado por vários meses

Atualmente, é permitida a isenção do Imposto de Renda (IR) sobre os ganhos obtidos na venda de imóveis, desde que o produto dessa venda seja aplicado na compra de outro imóvel — e no prazo de 180 dias. Contudo, o senador Wellington Fagundes (PL-MT) apresentou um projeto de lei (PL) determinando a prorrogação desse prazo. Conforme o PL 3.884/2020, esse prazo de 180 dias deverá ser contado somente após o fim do estado de calamidade pública decretado devido à Covid-19.

É provável que você também goste:

Como resolver a entrega de documentos no INSS durante a pandemia?

Caixa Tem: CPF cadastrado em muitos celulares? Saiba como resolver o erro

Caixa lança empréstimos com garantia de imóvel (home equity) e juros menores

Isenção de IR na venda de imóveis poderá ser prorrogada até junho de 2021

O Decreto Legislativo 6/2020, que em março reconheceu o estado de calamidade pública, determina que — até segunda ordem — o período de emergência dure até 31 de dezembro de 2020. Sendo assim, o prazo de 180 dias de isenção de IR na venda de imóveis começará a contar somente em 1º de janeiro de 2021.

“Pela legislação atual, o contribuinte que vende um imóvel tem até seis meses para comprar outro imóvel sem ter de pagar pelo chamado ‘ganho de capital’. O imposto aplicado é de 15% sobre a diferença de preço”, ressalta Wellington na justificativa do projeto. Ele lembra que, com a pandemia, o setor de habitação sofreu fortes impactos. E acrescenta que os compradores em potencial, “com o isolamento estipulado pela administração pública, têm dificuldade em conseguir localizar um novo imóvel para comprá-lo ou para concluir a transação de compra e venda”.

O senador afirma que medidas como essa precisam ser tomadas para que os efeitos negativos da pandemia sobre a economia sejam minimizados.

Esse projeto de lei determinando isenção de IR na venda de imóveis foi apresentado no dia 21 de julho e aguarda a designação de seu relator. Por enquanto, não há data prevista para a apreciação do texto.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Fonte: Agência Senado

Imagem destacada: Watchara Ritjan / Shutterstock

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais