Mais de 70 mil presos tentaram ganhar o Auxílio Emergencial

0

Segundo o ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni, mais de 70 mil presos tentaram ganhar o Auxílio Emergencial do Governo Federal. No entanto, esse recebimento seria ilegal, pois o benefício é direcionado a trabalhadores informais, desempregados, contribuintes individuais da Previdência ou microempreendedores individuais. A informação foi divulgada pelo ministro ontem (16). Confira mais detalhes nessa matéria.

É provável que você também goste:

Ligação do Ministério da Saúde pelos números 136 ou 0136 é golpe para clonar WhatsApp?

Depois de aprovado, quanto tempo demora para receber o Auxílio Emergencial?

Quase 30% dos pedidos de Auxílio Emergencial são NEGADOS pelo governo

Mais de 70 mil presos tentaram ganhar o Auxílio Emergencial

Conforme o ministro Onyx Lorenzoni, há aproximadamente 577 mil presidiários com CPFs ativos no Brasil, nas mais diversas condições. Destes, mais de 70 mil tentaram fraudar o sistema de controle para ganhar o Auxílio Emergencial de R$ 600.

O ministro reforçou que o benefício “não é para bandido”, mas para “pessoas de bem”. Além disso, Onyx afirmou que, se houver flexibilização no controle do Auxílio Emergencial, 577 mil presidiários poderão criar “usinas de fraudes”.

Segundo Antonio José Barreto, secretário executivo do Ministério da Cidadania, foram identificadas 76.624 tentativas de cadastro de CPFs de presos. Além disso, Barreto declarou sem contrário à suspensão da exigência de CPF regularizado para recebimento do benefício, aprovada recentemente pelo TRF-1. De acordo com o secretário, “o filtro do CPF regular faz com que o cidadão de bem possa regularizar o seu CPF e o sistema financeiro brasileiro todo é amparado na condição de regularização do CPF”. Dessa forma, qualquer flexibilização nas regras de concessão do Auxílio Emergencial colocaria o programa em risco.

Por fim, Onyx Lorenzoni afirmou que os pagamentos do benefício dos cadastrados em 7 de abril podem chegar a até 20 milhões de pessoas no fim desta semana.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Tinnakorn jorruang, via Shutterstock.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar