Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Primeiros meses de 2021 representaram um BOOM no uso de cartão de crédito

Nos três primeiros meses deste ano, a quantidade de pessoas que fizeram compra utilizando o cartão de crédito subiu mais de 17%.

0

A Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito (Abecs) informou que, nos três primeiros meses deste ano, a quantidade de pessoas que fizeram compra utilizando o cartão de crédito subiu mais de 17%.

Para todos os que acompanham os hábitos dos consumidores, há a certeza de que isso demonstra como as consequências da pandemia de covid-19 fizeram com que as pessoas tivessem de alterar a sua maneira de consumir.

Além do fato de os brasileiros estarem preferindo pagar usando o cartão, ainda existe outra mudança de comportamento que a Abecs também relatou. Nos três primeiros meses do ano, 35% das pessoas escolheu comprar usando a Internet.

É provável que você goste também

Novas possibilidades de cashback para quem usa os cartões do banco BTG+

Nubank e Brastemp têm vagas de estágio e trainee

Bitcoin cai após anúncio da Tesla

BOOM no uso de cartão de crédito

Na realidade, não é surpresa que as compras virtuais ganharam mais espaço recentemente por causa da necessidade de as pessoas se protegerem. Porém, muitos acreditaram que essa forma de consumir mudaria em 2021 por causa da diminuição do isolamento social.

Diferença dos índices de 2020 é impressionante

As informações da Abecs mostram que, em 2020, a quantidade de transações que foram realizadas usando cartão foi 11,8%. Valor menor do que o observado nos três primeiros meses deste ano.

Isso confirma o que os especialistas já diziam em 2020: provavelmente, pessoas que não estavam habituadas a fazer compras usando cartão ou mesmo usando a Internet adotariam esse estilo de consumir a partir de então por causa, principalmente, da praticidade.

No ano passado, uma das orientações dos infectologistas foi a substituição do dinheiro físico pelo cartão: mais fácil de higienizar, ele faria com que a probabilidade de contágio fosse menor.

Além disso, as compras virtuais também significavam, de acordo com os infectologistas, um cenário no qual a contaminação pelo coronavírus seria menos provável.

Por causa disso, muitos consumidores se depararam pela primeira vez com a praticidade de fazer uma compra pelo computador ou smartphone ou até pela rapidez que o cartão oferece em compras físicas.

Agora, os estudos da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito reforçam que a previsão de muitos especialistas realmente aconteceu.

Cartões de débito também fazem parte da pesquisa

Apesar de muitos consumidores verem no cartão de crédito a maneira mais vantajosa de comprar, o cartão de débito também teve um aumento importante no seu uso.

Mesmo sem haver a facilidade de adiar o pagamento, o cartão de débito é visto como mais seguro do que o dinheiro em um período em que o contato com os outros deve ser reduzido.

Surpreendentemente, as dívidas de cartão de crédito diminuíram

Se, o fato de os cartões estarem sendo mais usados não é exatamente uma surpresa, o de as dívidas relacionadas aos cartões de crédito terem diminuído é algo impressionante.

A Abecs revelou que 4,2% dos consumidores estão com alguma fatura atrasada, quantidade bem menor do que se via no ano passado.

Isso pode significar que os brasileiros estão, mesmo que lentamente, recuperando sua renda anterior.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Assim, é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram Twitch. Contudo, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

imagem: dean bertoncelj / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -