Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Quem é funcionário de MEI paga o INSS?

Descubra se funcionários de Microempreendedor Individual (MEI) devem pagar INSS. Entenda a importância dessa contribuição!

O Microempreendedor Individual (MEI) oferece uma oportunidade valiosa para formalização e acesso a benefícios previdenciários tanto para o empreendedor quanto para seu empregado. A formalização como MEI permite a obtenção de um CNPJ e o acesso a direitos trabalhistas e previdenciários comparáveis aos oferecidos em contratos sob regime da CLT.

Contratado por um MEI, o empregado tem direito à cobertura previdenciária assegurada pela legislação. O Art. 105 da Resolução CGSN 140/2018 e o Art. 18-C da LC nº 123/2006 ditam que um MEI pode contratar um único empregado, que deve receber no mínimo o salário-mínimo federal ou o piso da categoria, estabelecido conforme a legislação.

Registro no Regime Geral de Previdência Social (RGPS) do INSS

O empregado do MEI pode optar pelo cadastramento no RGPS, efetuando contribuições mensais ao INSS. Esta opção garante benefícios como auxílio-doença, licença-maternidade, pensão por morte, auxílio-reclusão e aposentadoria, com alíquotas que variam entre 7,5% e 14% sobre o salário. Alternativamente, tanto o MEI quanto o empregado podem considerar a adesão a um plano de previdência privada.

Celular com logo do INSS
Imagem: rafastockbr / shutterstock.com

Esse tipo de plano oferece flexibilidade na escolha de coberturas e pode ser uma complementação à renda na aposentadoria ou servir como um respaldo financeiro em situações de imprevistos. A variedade de opções disponíveis no mercado permite encontrar um plano adequado às necessidades e capacidades financeiras do indivíduo.

Adesão a cooperativas

Outra possibilidade é a associação a cooperativas que fornecem planos de previdência complementar. Estas geralmente propõem condições mais acessíveis e vantajosas, representando um bom custo-benefício para os associados.

Veja também:

Confira a lista de objetos mais esquecidos no Uber em 2023

Adicionalmente, a contratação de seguros específicos pode oferecer proteção financeira em casos de doenças, acidentes ou invalidez. O mercado segurador disponibiliza uma ampla gama de produtos que podem ser adaptados para atender às necessidades do trabalhador do MEI.

  • Regime Geral de Previdência Social (RGPS): Garante acesso a todos os benefícios previdenciários. O empregado pode realizar contribuições diretamente ao INSS.
  • Previdência Privada: Opções variáveis de planos oferecem flexibilidade e complemento à renda.
  • Cooperativas: Oferecem planos de previdência com condições vantajosas para os membros.
  • Seguros: Proporcionam segurança financeira frente a eventuais imprevistos.

É essencial que tanto o MEI quanto seu empregado avaliem suas necessidades e recursos para selecionar a melhor opção de cobertura previdenciária. Recomenda-se buscar aconselhamento com um profissional especializado para uma orientação detalhada e personalizada sobre as melhores práticas e escolhas no contexto de direitos previdenciários.

Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com