Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

R$ 2,3 bilhões para aposentados do INSS é liberado; veja se você vai receber uma parte

Saiba quem receberá parte dos R$ 2,3 bilhões liberados para aposentados do INSS e se informe sobre os benefícios!

O Conselho da Justiça Federal (CJF) anunciou a liberação de uma quantia recorde de R$ 2,3 bilhões para de Requisições de Pequeno Valor (RPVs). Segurados que ganharam na justiça ações de concessão ou de benefícios da , como aposentadorias, pensões e auxílios, são os beneficiados. Juízes precisaram liberar os processos no mês de agosto para incluí-los nessa remessa.

RPVs representam processos cujo valor não ultrapasse 60 salários mínimos – atualmente equivalente a R$ 79,2 mil. Com esse montante recorde liberado pelo CJF, cerca de 144,7 mil cidadãos irão se beneficiar. Os sortudos venceram no total 112 mil ações contra o Instituto Nacional do Seguro Social ().

Entenda mais sobre as Requisições de Pequeno Valor

As RPVs, além de envolverem processos de aposentadoria, e auxílios, podem resultar da concessão ou revisão de benefícios assistenciais, como o (Benefício de Prestação Continuada). Entretanto, para receber esses atrasados, é preciso que a ação tenha sido totalmente concluída e que a ordem de pagamento tenha sido emitida no mês anterior, que, na situação atual, corresponde a agosto.

Notas de dinheiro com um cofrinho e o aplicativo do INSS aberto em um celular por se aposentar, simbolizando o pagamento da RPV.
Imagem: rafastockbr / shutterstock.com

Ao todo, o valor liberado neste mês atinge uma soma impressionante de R$ 2,7 bilhões, se considerarmos outras categorias de processos, como salários de servidores, por exemplo. Isso implica que a Justiça finalmente pagará os atrasados de até 60 salários mínimos, referentes a 237,6 mil brasileiros que buscaram ação judicial.

Mas a receber esses atrasados?

A questão é bastante direta. Os aposentados e demais segurados, cujas ações contra a Previdência foram bem-sucedidas e cujas ordens de pagamento foram emitidas em algum momento de agosto, estão programados para receber esses atrasados do lote atual. É necessário que a ação esteja classificada como uma RPV e que seu processo já esteja concluído.

Veja também:

Abastecer com diesel está mais barato que com a gasolina este mês?

Os interessados podem realizar consultas online por meio do site do tribunal responsável pelo processo, onde encontrarão os dados e valores que a Justiça deve depositar.

Como o pagamento desses atrasados do INSS ocorre?

O processo de pagamento é cuidadoso e respeita algumas . Primeiramente, o CJF libera o montante aos Tribunais Regionais Federais (TRFs), que se encarregam de processar o e garantir seu pagamento final aos beneficiários.

Nessa etapa, denominada processamento, o aposentado ou seu advogado abre contas em nome próprio na Caixa Econômica Federal e no do Brasil. Tão logo isso ocorre, a informação fica disponível no sistema de consulta do site do tribunal.

Imagem: rafapress / shutterstock.com