Receita Federal assina acordo com governo para identificar mais fraudes no auxílio emergencial

- Publicidade -

Receita Federal assinou um acordo com o governo em que visa identificar mais fraudes no auxílio emergencial. Na semana passada, mais precisamente na quinta-feira (9), a Receita Federal e o Ministério da Cidadania assinaram um convênio para evitar fraudes no auxílio emergencial.

É provável que você também goste:

Os 5 melhores cartões de crédito sem anuidade e que estão aprovando em 2020

Caixa e Bradesco oferecem empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa

14º salário dos aposentados e pensionistas do INSS deve ser liberado.

Receita Federal assina acordo com governo para identificar mais fraudes no auxílio emergencial

O benefício foi criado há três meses para reduzir os impactos da crise causada pela pandemia. No entanto, desde então, surgiram inúmeras denúncias de fraudes no pagamento dele.

- Publicidade -

O Ministério da Cidadania informou, em nota divulgada na quinta-feira (9), que 399 mil benefícios foram bloqueados por suspeitas de irregularidades. Segundo o Tribunal de Contas da União (TCU), pelo menos 620 mil pagamentos indevidos foram realizados, até abril. No total, são 65,4 milhões de brasileiros que recebem atualmente.

O acordo prevê, entre outras medidas, o cruzamento de dados da Receita através da Declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física, com ano base de 2019, de cada solicitante do benefício.

“Os números preliminares que já temos a partir desse cruzamento indicam que o programa vem tendo altíssimos índices de acerto e que as prováveis e possíveis irregularidades são em percentuais bem reduzidos. O nosso papel também é assegurar a correção desses pagamentos”, disse o secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto.

Governo criou um site para devolução do auxílio emergencial

Por fim, vale lembrar que o governo federal criou um site em que você pode devolver o dinheiro do auxílio emergencial. Caso a pessoa opte por devolver o valor, nenhuma ação criminal será feita contra ela.

Enfim, gostou da matéria sobre identificar fraudes no auxílio emergencial?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Brenda Rocha/shutterstock.

- Publicidade -
Luiz Felipe Kesslerhttps://seucreditodigital.com.br/author/kessler/
Entusiasta de fintechs e tudo o que a tecnologia proporciona de facilidades em nossas vidas. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Co-Fundador do site Seu Crédito Digital.
- Publicidade -

Últimas Notícias

FGTS pode liberar duas novas modalidades de saque em breve (saque-educação e saúde)

Está prestes a ser votado em Plenário um projeto que cria mais duas novas modalidades de saque no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo...

SPC/Serasa e Boa Vista são obrigados a retirar negativação após 5 anos?

Atualmente, existem 4 birôs de credito aqui no Brasil: SPC Brasil, Serasa Experian, Boa Vista e Quod. Cada um deles possui um banco de...

Nexoos lança aplicativo gratuito para investidores individuais (P2P)

A partir de agora, os investidores individuais (P2P) da Nexoos, a maior fintech de crédito para empresas, autorizada pelo BACEN como Instituição Financeira SEP, contam com...

Beneficiários do Bolsa Família vão ganhar o décimo terceiro e não falta muito, confira as datas

Há um tempo atrás, o pagamento do décimo terceiro para beneficiários do Bolsa Família foi confirmado pelo governo. Isso foi prometido em junho deste...
- Publicidade -