Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Reclamações no Banco Central se elevam por falhas no empréstimo consignado

Por meio do sistema de Valores a Receber, é possível recuperar o valor de descontos.

No primeiro trimestre do ano passado, o empréstimo consignado acabou se tornando o serviço financeiro com mais reclamações do país. De acordo com o Banco Central, esse tipo de crédito foi o que apresentou o maior número de problemas, especialmente em relação a descontos indevidos. Além de contratações realizadas por terceiros.

E agora, por meio do sistema de Valores a Receber do Banco Central (BC), os beneficiários e trabalhadores do INSS poderão recuperar o valor dos descontos indevidos. Portanto, para saber mais, veja a seguir.

É provável que você também goste:

Bancos oferecem antecipação de restituição do IR 2022

MEIs têm direito a empréstimo de até R$ 21 mil; veja como conseguir

Margem do consignado vai aumentar em 2022?

Reclamações no Banco Central se elevam por falhas no empréstimo consignado

Então, primeiramente, vale dizer que o empréstimo consignado é um tipo específico de crédito que bancos oferecem para pessoas que preenchem certos requisitos. Além disso, o desconto das parcelas é feito diretamente na folha de pagamento ou benefício da pessoa que contrata. Isso faz com que o crédito seja mais seguro para a instituição, e mais barato para o contratante.

Basicamente, além de taxas de juros mais baixas que o normal, o empréstimo consignado oferece diversas vantagens, como: um risco menor de inadimplência; mais facilidade de aprovação do pedido; permissão para pedido de empréstimo a negativados; e nenhuma necessidade de fiador ou avaliador de crédito.

Por fim, para aqueles servidores, trabalhadores e beneficiários que tiveram descontos injustos no empréstimo consignado, temos uma boa notícia! É possível consultar o sistema de valores do BC na segunda fase de pagamentos, que será a partir do dia 2 de maio. Apesar de ainda não ter informado as datas de pagamento da segunda fase, o Banco Central já iniciou a primeira leva dos recebíveis, desde o último dia 7 de março.

Para realizar a consulta, acesse o site Valores a Receber, informe seus dados e, caso haja a possibilidade de resgate dos valores, confira a data informada, bem como os detalhes de retirada.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: WAYHOME studio / Shutterstock.com