Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Rendimento do FGTS vai ser superior ao da poupança?

Rendimento do FGTS pode superar poupança: descubra as vantagens agora! Leia mais para aproveitar ao máximo seus investimentos.

Em uma movimentação recente que capturou a atenção de economistas e trabalhadores do país, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que os rendimentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) devem ser no mínimo equivalentes à taxa de inflação. Esta diretriz visa proteger o poder de compra dos trabalhadores, evitando que seus fundos se desvalorizem ao longo do tempo.

Essa medida, considerada histórica, altera substancialmente o método de correção do FGTS que, até então, era baseado na Taxa Referencial (TR) acrescida de juros de 3% ao ano. Dessa maneira, esta mudança, no entanto, não altera os rendimentos passados, e se aplica somente para o cálculo futuro do benefício.

Entenda o novo modelo de correção do FGTS

Mão segurando celular com aplicativo do FGTS e, ao fundo, notas de dinheiro
Imagem: rafastockbr/shutterstock.com

A partir de agora, sempre que o rendimento do FGTS ficar abaixo da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o Conselho Curador do FGTS deverá assegurar uma compensação que preserve o poder de compra da reserva dos trabalhadores. Esta garantia de correção monetária atrelada ao IPCA destina-se a proteger o saldo em períodos de inflação elevada.

Com a nova política de correção, pode surgir a dúvida sobre como o FGTS se compara com outros investimentos, como a caderneta de poupança. Segundo Fábio Cortinovis, destacado professor de finanças, o novo mecanismo de correção do FGTS pode não apenas proteger mas também beneficiar os trabalhadores em determinadas conjunturas econômicas.

Veja também:

Escândalo financeiro: Corinthians é condenado por calote de milhões em consultoria

Por exemplo, em contextos de baixa taxa Selic, o FGTS poderia ultrapassar rendimentos de investimentos tradicionalmente atrelados ao IPCA, como o Tesouro Direto. Por outro lado, em períodos de alta na Selic, como ocorreu em 2022, a poupança pode oferecer retornos irresistíveis, como demonstram os registros de aquele ano.

Quais são as condições para sacar o FGTS?

  • Aposentadoria;
  • Aquisição de casa própria;
  • Saque-aniversário;
  • Situações de desastre natural;
  • Demissão sem justa causa pelo empregador;
  • Doenças graves;
  • Outras condições estabelecidas por lei.

A possibilidade de utilizar o FGTS para vários fins reforça seu papel como um suporte financeiro relevante na vida do trabalhador brasileiro. Com a mudança na correção, espera-se que o FGTS possa, mais do que nunca, representar um recurso de segurança e crescimento financeiro. Essa importante atualização na política de correção do FGTS preserva a intenção do fundo de ser uma garantia para os trabalhadores.

Imagem: Antonio Salaverry / shutterstock.com