Usuários precisam responder pesquisa e compartilhar link para receber o FGTS? Com a liberação parcial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), está sendo compartilhado via WhatsApp uma mensagem com um link em que o usuário é incentivado a responder perguntas relacionadas ao assunto. Além disso, a mensagem promete o saque imediato do dinheiro e consulta ao fundo.

É provável que você também goste:

Mensagem com Turma da Mônica pede que crianças enviem dados do cartão de crédito das mães?

Nubank é comparado ao Netflix, Airbnb e Spotify por oferecer experiência mágica aos usuários.

PicPay agora disponibiliza limite de crédito direto na conta.

A proposta chega em forma de link em mensagem no WhatsApp ou como notificação do celular. Entretanto, a Caixa Econômica Federal informou na quinta-feira (25), que divulgará a data oficial de liberação do saldo no dia 5 de agosto. Ou seja, não é possível antecipar a retirada.

Mas afinal, os usuários precisam responder pesquisa e compartilhar link para receber o FGTS?

Portanto, ao receber o link pelo WhatsApp o usuário é incentivado a responder perguntas como “Deseja sacar todo seu FGTS ou parcial?” ou “está empregada há quanto tempo?”, são algumas delas. Entretanto, segundo Emílio Simoni, diretor da Dfdr Lab, empresa especializada em segurança virtual, no mínimo 100 mil pessoas acessaram ou compartilharam o link malicioso desde os primeiros registros do golpe.

“O número pode ser bem maior, em torno de 400 mil. Sabemos dessas (100 mil) pessoas porque elas têm nosso antivírus instalado” afirmou ele.

Já o WhatsApp diz “não ter um posicionamento sobre isso no momento”.

De acordo com o diretor, as respostas não são usadas pelos criminosos, mas o usuário é encaminhado para uma nova página. Lá ele deve compartilhar um segundo link com mais de 10 amigos do WhatsApp como condição para acessar o dinheiro do FGTS. A mensagem que a vítima encaminha aos seus contatos também contém o golpe.

A vítima, em seguida, é induzida a permitir o recebimento de futuras notificações, que serão outros golpes, obviamente. Essas mensagens chegarão diretamente ao celular da pessoa e não precisará passar pelo WhatsApp. O usuário é direcionado a uma página onde deve cadastrar seu nome e número de celular para serviços de SMS pagos.

Prevenção do golpe

Para se prevenir do golpe, Simoni aconselha que você instale um programa antivírus em seu celular. Além disso, é preciso desconfiar de links que chegam via WhatsApp e outras redes. “O usuário precisa conferir se a fonte de informação é verdadeira. Nesse caso, o link não direciona para um página oficial da Caixa Econômica.”

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.