Um grande número de beneficiários do BEm, do FGTS e auxílio emergencial tiveram o app Caixa Tem bloqueado por suspeita de fraude. Essa medida foi adotada para impedir o uso ilegal do recurso, mas acabou afetando pessoas que nada tinham a ver com as fraudes. Com isso, muitas vezes é necessário se deslocar pessoalmente até uma agência da Caixa Econômica Federal para liberar os recursos bloqueados. O que muita gente não sabe, é que é possível evitar o bloqueio no Caixa Tem. Saiba o que você precisa fazer.

É provável que você também goste:

Golpe do auxílio emergencial: quadrilhas vendiam CPFs pela internet

Auxílio emergencial poderá ser prorrogado enquanto durar o estado de calamidade pública no Brasil

Saiba como evitar o bloqueio do FGTS e auxílio emergencial no Caixa Tem

O bloqueio do aplicativo pode acontecer por dois motivos:

  • Bloqueio por suspeita de fraude;
  • Suspensão pelo motivo de documentação pendente.

No caso de suspensão do Caixa Tem pelo motivo de documentação pendente, isso é muito simples de resolver, e você pode fazer através do próprio aplicativo. Inclusive já publicamos uma matéria sobre esse assunto. Confira aqui.

Entretanto, se você teve o aplicativo bloqueado por suspeita de fraude, será necessário ir pessoalmente até uma agência da Caixa Econômica Federal, portando um documento de identidade com foto seguindo o calendário abaixo.

Consulte o calendário antes de ir à agência:

  • Janeiro, Fevereiro e Março – desbloqueio até 24/7;
  • Abril e Maio – desbloqueio de ​27 a 31/07;
  • ​Junho e Julho – desbloqueio de ​03 a 07/08;
  • Agosto, Setembro e Outubro – desbloqueio de 10 a 14/08;
  • Novembro e Dezembro – desbloqueio de ​17 a 21/08.

Como evitar o bloqueio do Caixa Tem

Para evitar o bloqueio do Caixa Tem, a recomendação é que se faça o login de apenas um usuário por dispositivo. Acesse a sua conta de apenas um aparelho.

Além disso, você deve baixar o aplicativo somente através das lojas oficiais para Android e iOS – Google Play Store e App Store, e jamais compartilhe informações pessoais.

“A Caixa reforça que o aplicativo Caixa Tem possui múltiplos mecanismos integrados de segurança, mantendo-se inviolável e seguro. O baixo percentual de fraudes observado deve-se à engenharia social, em que são utilizadas informações, documentos e acessos dos próprios clientes”, ressaltou o banco através de nota.

Enfim, gostou da nossa matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Miguel Lagoa via shutterstock

Sobre o Autor

Eduardo Mendes

Cofundador

Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. CoFundador do site Seu Crédito Digital.

Ver todos os artigos