Como investir em criptomoedas

Entenda como funciona o mundo das criptomoedas

0

As criptomoedas são um sistema de troca digital que tem ficado bastante popular ultimamente. A primeira criptomoeda criada foi o famoso Bitcoin, mas, ao longo do tempo, foram surgindo outras diversas, como a Ethereum. 

A maioria das pessoas tem certo receio de se envolver com as criptomoedas e realizar transações com elas. Por isso, hoje esclareceremos quais os reais riscos do uso e as oportunidades trazidas com as elas através de respostas sobre a moeda digital número um: o Bitcoin.  

É provável que você também goste:

Mastercard vai passar a aceitar criptomoedas

American Express faz investimento em empresa de criptomoedas

Binance oferece R$ 530 mil em criptomoedas de graça e até 50% de desconto para comprar Bitcoin

Afinal, o que o Bitcoin é?

O Bitcoin, primeira moeda do mercado de criptomoedas, é o maior ativo em constante crescimento na categoria. Foi criado para servir como meio de troca de armazenamento digital e utiliza a tecnologia de blockchain, assim como as outras do mercado, sistema que funciona como uma carteira de criptomoedas. 

Quem foi responsável pela criação do Bitcoin?

Ao contrário do dinheiro físico, que é impresso por órgãos governamentais, as criptomoedas são fabricadas por empresas e pessoas que utilizam um software de resolução de problemas matemáticos complexos. 

Inclusive, a fórmula utilizada é disponível para todos os usuários que têm interesse em conhecê-la, mas são necessários computadores de alta potência para utilizá-la. 

Quem faz o controle do Bitcoin?

Novamente neste quesito a moeda digital se difere da física: nenhuma pessoa jurídica ou física a controla, bem como agências governamentais ou bancos. 

O Bitcoin, assim como as outras criptomoedas, é considerado anônimo e armazenado em cofres digitais, associados a endereços de e-mail públicos e não a nomes, endereços ou dados pessoais. 

Por isso, não é necessário informar nome verdadeiro ou outros dados pessoais para realizar transações através do blockchain de criptomoedas, pois os endereços digitais já fazem esse trabalho de identificação para identificar comprador e vendedor. 

O preço do Bitcoin é controlado? 

O valor das moedas digitais é determinado através da oferta e demanda nas bolsas em que são negociadas. O dinheiro físico é influenciado por outros fatores, como inflação, política monetária de bancos centrais, moeda estrangeira e taxas de câmbio. 

Como o Bitcoin é negociado? 

Não são necessários intermediários para realizar as transações, como cartões de crédito ou bancos. As transferências são diretas entre o comprador e o negociante da criptomoeda e são realizadas de forma online ou por aplicativos de celular destinados a este meio. 

Existem prós e contras nas transações com Bitcoin?

Apesar de transações instantâneas, econômicas e anônimas que angariam admiradores, a implementação e infraestrutura oferecidas por empresas em apoio às criptomoedas ainda estão em seus estágios iniciais. 

Apoiadores de criptomoedas acreditam que as transferências digitais terão alta no futuro. No entanto, o valor excessivamente volátil e a incerteza de regulamentações desencorajam empresas a adotar o uso de moedas digitais. 

Existem taxas e custos para a compra e venda de Bitcoins? 

As taxas para o uso de criptomoedas podem ser significativas. Isso ocorre porque a compra, venda e transferência de moedas digitais geram taxas de transação às corretoras. Como existem vários agentes e corretoras que fazem esse papel, a taxa pode variar entre eles. 

Outras taxas que podem constar também são as taxas de rede. Cada transação possui sua taxa de rede, deduzida de forma automática dos Bitcoins enviados e que pode variar de acordo com diversos fatores. 

As taxas podem, inclusive, ser aplicadas para utilizadores de criptomoedas que realizam transações financeiras ou compras e vendas de mercadorias. 

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Mastercard vai passar a aceitar criptomoedas

Comentários
Carregando...