Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Selic: Fintech aposta que é o momento de renegociar dívidas

Renegociar dívidas pode ser uma boa opção no momento, mesmo com a alta da taxa Selic.

0

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, divulgou um novo aumento da taxa básica de juros – a taxa Selic, subindo de 3,5% para 4,25%. O aumento da inflação vem seguido das revisões positivas do PIB nos últimos meses. Dessa forma, a demanda pode ser puxada em meio ao aumento das commodities, trazendo uma pressão nos preços internos.

Nesta semana, uma estimativa da Selic no Focus foi elevada para 6,25% ao ano. Uma semana atrás, a previsão era 5,75%, enquanto no mês anterior era de 5,50%. O Acordo Certo, fintech de renegociação de dívidas, trouxe mais informações sobre o que fazer com as suas dívidas em meio ao aumento da Selic.

É provável que você goste também:

Liv Up, startup de comida saudável, ganha aporte de R$ 180 milhões

Vivo e Wayra lançam desafio em busca de soluções antifraude

Quais são os CDBs com as maiores rentabilidades do momento?

O que muda nas renegociações de dívidas em meio ao aumento da Selic?

Atualmente, o percentual de famílias brasileiras com dívidas já está em 68%, no último mês de maio. Esse é o maior nível da série histórica iniciada em 2010, destaca CNC,  Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Neste cenário, é um bom momento para negociar dívidas, já que caso demore mais, a alta dos juros pode fazer a dívidas pesar ainda mais no seu bolso.

Ao mesmo tempo que a divida cresceu, o número de famílias brasileiras com dívida sem atraso caiu para 24,3% no mês de maio. A empresa Acordo Certo, que ajuda pessoas a renegociarem suas dívidas, alcançou um total de R$ 500 milhões em créditos recuperados em maio.

A recuperação plena da economia deve acelerar mais com o avanço da vacinação e o tão sonhado fim da pandemia. Porém, irá demorar anos para o Brasil se recuperar dos efeitos negativos da Covid-19 na vida dos brasileiros.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

imagem: Jorge Maricato / shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...