O governo federal criou a “Semana do Brasil”, que será realizada entre os dias 6 e 15 de setembro. Ela será uma espécie de “Black Friday” brasileira, a partir de um movimento integrado entre o poder público e a iniciativa privada.

É provável que você também goste:

Opção por Saque Aniversário do FGTS terá que ser comunicada a partir de outubro.

Como ganhar R$ 15,00 por dia no iFood.

Governo Bolsonaro vai criar Black Friday brasileiro para setembro.

Semana do Brasil: Se você quer comprar algo caro, espere até setembro!

Com isso, o plano é que incentive o comércio a realizar promoções no período. Ou seja, oferecendo produtos aos consumidores com preços especiais. A campanha publicitária será realizada pela agência NBS.

“Setembro é um mês de baixo apelo promocional, mas importante por ser um termômetro de confiança que antecede o último trimestre de cada ano. Queremos criar um evento para aquecer a economia, juntamente com o resgate do patriotismo, como acontece em outros países”, disse Marcelo Silva, presidente do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV).

Além disso, o instituto quer contar com o apoio de entidades representativas de outros setores da economia nacional. O setor hoteleiro, por exemplo, deve realizar promoções que estimulem o turismo interno.

O governo planeja usar a isenção de visto concedida recentemente a quatro países (Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão), para promover os destinos brasileiros. Tanto a Embratur como o Ministério do Turismo estão preparando uma campanha de promoção nesses países.

Criada pela Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República), a “Semana do Brasil” tem como inspiração o varejo norte-americano. Isso porque o país realiza promoções em feriados nacionais históricos.

Gostou da notícia sobre a “Semana do Brasil”?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Para acompanhar artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.