Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Sem Índia, Shopee pode ampliar investimento no Brasil

0

A Shopee, apenas alguns meses após o seu lançamento, encerrou as operações na Índia. Essa decisão pode trazer mais investimentos da empresa para o Brasil, que já é foco da companhia há pouco mais de 2 anos.

Segundo o e-commerce, o encerramento na Índia foi causado pelas incertezas do mercado. A Shopee tinha cerca de 300 funcionários e 20 mil vendedores locais no país em dezembro. 

Outro fato que pode ter causado a saída é a decisão de Nova Delhi, a capital indiana, de banir o Free Fire, o jogo para celular mais popular da Garena, que faz parte Sea, a dona da Shopee.

A Índia baniu centenas de aplicativos chineses nos últimos dois anos, e as políticas contra as instituições da China afasta o capital de investimento dessas empresas.

É provável que você também goste:

Shopee, Wish e outras plataformas de compras na mira do governo; entenda

Após acusação de contrabando, Shopee deve investir US$ 1,5 bi no Brasil

Investimento da Shopee no Brasil

O e-commerce tinha planos de investir 1 bilhão de dólares em suas operações na Índia. A decisão de sair do país irá impactar empresas locais de logística que contavam com a expansão e investimentos da companhia.

A Índia foi um dos mercados mais importantes para a Sea, juntamente com o México e o Brasil. Com o encerramento das operações, é provável que a Shopee foque ainda mais nos outros dois países, aumentando a concorrência para as empresas do setor, como o Mercado Livre.

Enquanto as operações foram encerradas na Índia, o cenário é diferente no Brasil. A empresa segue ganhando espaço no país e, segundo analistas, deve investir R$ 7 bilhões até o fim do ano.

Porém, alguns investidores podem ver a notícia como negativa para os e-commerce brasileiros. A já alta concorrência no segmento tende a crescer ainda mais com o investimento da Shopee.

Além disso, as mudanças ocorrem enquanto o governo brasileiro prepara uma Medida Provisória contra plataformas de vendas online que comercializam produtos chineses, como a Shopee e AliExpress. A aprovação da MP pode mudar o cenário no Brasil.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Sulastri Sulastri / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar