Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Sonho da casa própria: veja como usar o FGTS futuro

Descubra como o FGTS Futuro pode ser a chave para alcançar a casa própria. Conheça os detalhes da nova modalidade!

A realização do sonho da casa própria está prestes a dar um salto significativo com a iminente implementação do FGTS Futuro. Segundo Inês Magalhães, vice-presidente de Habitação da Caixa, a liberação dessa modalidade está na pauta da próxima reunião do Conselho Curador do FGTS, marcada para o dia 19 de março.

Essa ação não apenas representa uma evolução no setor habitacional, mas também uma oportunidade para os trabalhadores utilizarem depósitos futuros e concretizarem o tão almejado lar.

O que é o FGTS Futuro e como ele funciona?

Pessoa com uma miniatura de casa em uma mão representando FGTS Futuro.
Imagem: Alexander Raths / shutterstock.com

O FGTS Futuro é uma iniciativa que possibilita aos trabalhadores o uso dos depósitos futuros feitos pelos empregadores no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Essa medida visa complementar a renda e facilitar o pagamento das prestações de financiamentos adquiridos pelo programa Minha Casa, Minha Vida. A grande novidade é que serão disponibilizados até 120 meses de depósitos futuros do FGTS para esse fim, tornando-se uma ferramenta valiosa para quem busca a casa própria.

Inicialmente, a medida visa beneficiar cerca de 60 mil famílias com renda de até dois salários mínimos anualmente. Esse grupo, enquadrado na faixa 1 do programa habitacional, compreende famílias com uma renda mensal de até R$ 2.640. Contudo, há planos de expandir a aplicação do FGTS Futuro para todos os grupos, incluindo famílias com renda familiar de até R$ 8.000.

Regras e benefícios do FGTS Futuro

De acordo com a vice-presidente da Caixa, Inês Magalhães, uma das regras fundamentais do FGTS Futuro será o limite de comprometimento de renda em 30%. Esse parâmetro visa garantir que as famílias possam arcar com as prestações de maneira sustentável.

Para muitas famílias, essa restrição pode significar uma oportunidade real de aumentar o valor disponível para o financiamento da casa própria, tornando esse sonho mais tangível.

Outro aspecto importante é a consideração em caso de demissão do trabalhador. A cobrança do FGTS Futuro terá pausa por até seis meses, proporcionando um período de ajuste em situações adversas. Caso o trabalhador não consiga um novo emprego com carteira assinada durante esse período e não assuma o pagamento do valor complementar, será considerado inadimplente.

“Investir no FGTS Futuro pode ser a solução para ampliar o montante que o trabalhador pode acessar. Esse recurso se mostra particularmente benéfico para pessoas de menor renda, podendo ser a diferença crucial no acesso ao financiamento da casa própria”, conclui Magalhães.

Transformando sonhos em realidade

Com a proximidade da implementação do FGTS Futuro, abre-se uma janela de oportunidade para milhares de brasileiros realizarem o sonho da casa própria.

Veja também:

Mais praticidade: dívidas do Desenrola Brasil podem ser negociadas nos Correios

Essa nova modalidade não apenas representa uma evolução no acesso à moradia. Além disso, destaca a importância de políticas que visam a inclusão e a realização dos anseios de todos os cidadãos. O futuro se desenha com mais possibilidades para quem busca um lar para chamar de seu.

Imagem: Alexander Raths / shutterstock.com