A fintech Uffa está inovando o jeito como os consumidores pagam suas dívidas. Isso porque ela se propõe a intermediar dívidas de um jeito diferente. Ou seja, dívidas atrasadas que forem renegociadas pela plataforma podem receber dinheiro de volta (cashback). De início, o benefício é oferecidos a clientes que tiverem dívidas acima de R$ 1 mil.

É provável que você também goste:

McDonald’s e Mastercard se unem para lançar promoção Aproxime e Ganhe que dá lanches grátis.

Nubank lança novo recurso que vai facilitar a vida de clientes que fazem transferências recorrentes.

Digio oferece seguro que protege clientes em caso de perda de renda em até R$ 14 mil

Uffa paga dinheiro de volta para consumidor que quitar dívida

Portanto, caso o consumidor pague corretamente a prestação, ele recebe de volta uma parte do que pagou. Entretanto, o percentual varia, explicou os sócios-fundadores da Uffa Alexandre Rosa e Ana Paula Pisaneschi. Isso depende do tamanho da negociação, do histórico de crédito e do credor. “O cashback é uma forma de mitigar a quebra de contrato. O cliente vai pagar uma dívida que traz alguma vantagem pra ele”, diz Rosa. O atraso do pagamento pode gerar quebra de contrato na negociação. Um dos desafios para pessoas que estão superendividadas é conseguir se manter em dia nas parcelas renegociadas.

A fintech vai colocar a plataforma pra operar para o grande público até o início de 2020. Além disso, contará com uma ferramenta de reconhecimento facial que troca descontos da negociação de dívida por sorrisos. A expressão facial pode garantir um negócio melhor. Além disso, será possível acionar lembretes via WhatsApp, SMS e e-mail para que o cliente não esqueça a data de vencimento de pagamento.

Além disso, a Uffa pretende de aceitar diversas formas de pagamento para as parcelas e, assim, evitar mais atrasos. Por isso, é provável que aceite parcelar no cartão de crédito todas as parcelas de uma negociação de dívida. Dívidas com fornecedores de alimentos, como supermercados, poderão ser pagas com vale refeição (VR) e vale alimentação.

“A pessoa vai poder escolher como quer pagar a dívida, com vale refeição, cartão, boleto, como funcionar melhor”, diz Ana Paula.

Por fim, a Uffa é uma startup da Trochia, empresa de gestão e recuperação de ativos. A Trochia tem Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (Fidc) sob sua gestão. Além do serviço de negociação, a plataforma contará com um comparador de taxas de crédito.

Enfim, você gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.