Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Valor do auxílio-alimentação passará por correção já no próximo contracheque; entenda

Muitos brasileiros terão correção no valor do auxílio-alimentação já no próximo contracheque. Confira os detalhes da atualização!

Os servidores públicos federais receberão um reajuste significativo em seus benefícios assistenciais, como o auxílio-alimentação, a partir de junho deste ano. Trata-se, portanto, de um compromisso assumido pelo governo para o ano de 2024.

Dessa forma, a mudança tem como marco inicial o mês de maio. No entanto, devido à conclusão tardia das negociações e assinaturas de acordos, os ajustes só aparecerão nos contracheques no mês subsequente. Continue a leitura para mais informações!

Quais serão os novos valores do auxílio-alimentação?

Mão segurando notas de real representando auxílio-alimentação.
Imagem: rafapress / shutterstock.com

Esse reajuste, acordado na última semana de abril, não pôde ter sua implementação de forma imediata devido ao fechamento prévio da folha de pagamento de maio. Portanto, os funcionários verão a alteração refletida apenas no pagamento de junho. Assim, o aumento promete aliviar os impactos da inflação nos custos de vida dos trabalhadores estatutários.

Sendo assim, o auxílio-alimentação dos servidores aumentará de R$ 658 para R$ 1.000. Esta medida é parte de um pacote que inclui também aumentos no apoio aos planos de saúde e auxílio-creche. Especificamente, a contribuição do governo para os planos de saúde subirá de R$ 144 para R$ 215, enquanto o auxílio-creche passará de R$ 321 para R$ 484,90.

Em junho, de maneira excepcional, os servidores receberão R$ 1.342 de auxílio-alimentação, ajustando-se para o valor acordado de R$ 1.000 nos meses subsequentes.

Impacto do ajuste no orçamento dos servidores

O impacto desses aumentos no orçamento dos servidores é visto como um alívio bem-vindo. Com o custo de vida aumentando continuamente, esses ajustes no auxílio-alimentação e em outros benefícios proporcionarão um pouco mais de conforto financeiro para os trabalhadores e suas famílias.

No entanto, é importante notar que, apesar da aprovação pela maioria das entidades sindicais, com 83% de aprovação, não haverá aumento salarial além dos benefícios em 2024. Um dos objetivos a longo prazo anunciados junto com esses aumentos é a equiparação dos benefícios entre os servidores dos Três Poderes até o fim de 2026.

Veja também:

Imposto de Renda: entenda o motivo de você não estar no 1° lote da restituição

Por fim, este plano visa a uma harmonização dos valores recebidos, que atualmente possuem discrepâncias significativas entre funcionários do Executivo, Legislativo e Judiciário.

Imagem: rafapress / shutterstock.com