Recentemente, surgiu a mensagem que está sendo compartilhada de forma viral entre os usuários do WhatsApp. De acordo com a mensagem, o App WhatsApp deu prejuízo de USD 1.978.456.045,00 em dois anos e supostamente será tirado do ar. Será que isso procede? Confira logo a seguir.

É provável que você também goste:

3 estratégias inteligentes para conseguir um cartão de crédito com score baixo

Cuidado: veja 6 motivos que fazem o benefício Bolsa Família ser cancelado

WhatsApp deu prejuízo de USD 1.978.456.045,00 em dois anos e será tirado do ar?

Confira o texto original da mensagem que tem circulado entre os usuários:

Nota de Esclarecimento Oficial da Equipe WhatsApp

“O WhatsApp vem dando muitos prejuízos nos últimos anos, muitos relacionados a bugs e problemas legislativos, além da queda relativamente grande usuários do aplicativo que estão migrando para o Telegram. Em 2 anos, tivemos um prejuízo de USD 1.978.456.045,00, e no dia 01/07/2019 foi decidido o fim do aplicativo de mensagens. Para que nossos usuários pudessem resolver seus assuntos, resolvemos não cancelar o aplicativo subitamente, mas sim deixá-lo no ar até o dia 04/07/2019. Já foi cancelado o envio de áudios e imagens, em breve o de figurinhas e emojis. ÀS 17:30h do dia 03/07/2019, apenas mensagens poderão ser enviadas, e às 00:00 do dia 04/07/2019 o aplicativo será tirado do ar.”

Como acontecem com bastante frequência problemas de instabilidade no WhatsApp, bem como eventuais bugs como o que aconteceu nos últimos dias, seria evidente que uma história como esta viralizasse.

Primeiramente, o Facebook informou oficialmente a razão dos bugs do dia 3 de julho. Tudo aconteceu em detrimento de uma operação de manutenção de rotina que acabou dando errado.

Entretanto, essa não é a primeira nem a última vez que surgem boatos sobre o WhatsApp. O site Boatos.Org apurou essa mensagem viral e publicou no site que tanto este quantos outros boatos já foram desmentidos.

Inclusive, as empresas de Mark Zuckerberg, incluindo o WhatsApp, tiveram lucro recorde em 2018, e o Aplicativo mensageiro tornou-se o app mais popular do mundo. Portanto, não bate essa história de perda de usuários do aplicativo.

Outra situação que desmente essa história é a falsa promessa. Inclusive com data marcada, e com o devido sensacionalismo, para induzir que seja compartilhado em inúmeros grupos.

Portanto, não acredite em tudo que você vê por aí. Ademais, analise qualquer assunto antes de sair compartilhando entre os seus amigos e nos grupos de WhatsApp.

Enfim, o que achou da notícia?

Então, siga Seu Crédito Digital no Google News. Receba em primeira mão notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.