Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Cerca de 28 milhões de brasileiros ficarão sem o novo auxílio emergencial

Pagamentos só devem iniciar no próximo mês

0

O governo já anunciou para 2021 a volta do Auxílio Emergencial. Entretanto, neste ano, o benefício atenderá 39,8 milhões de pessoas. Isso representa uma diminuição de 28,4 milhões em relação ao ano passado. A estimativa é do movimento Rede Renda Básica Que Queremos. De acordo com o governo, a mudança será feita principalmente por uma questão econômica.

Em 2020, por exemplo, segundo dados da Caixa Econômica Federal, o governo federal gastou R$ 292,9 bilhões com as duas rodadas de auxílio emergencial, a de R$ 600 e a de R$ 300, no auxílio extensão. Porém, para 2021, a previsão de gastos é de apenas R$ 44 bilhões sejam gastos. Para saber mais sobre as mudanças no pagamento do benefício, continue lendo!

É provável que você também goste:

Conheça quais são os 4 golpes do Pix mais frequentes

Caixa pede que usuários do Caixa Tem atualizem os dados cadastrais

Novo Auxílio Emergencial será pago para quem recebe Bolsa Família?

Cerca de 28 milhões de brasileiros ficarão sem o novo auxílio emergencial

Portanto, de acordo com levantamento feito pelo IBGE, apenas em São Paulo o governo deve deixar de pagar o Auxílio Emergencial para 5,4 milhões de pessoas. Depois disso, os estados mais excluídos do novo auxílio são Minas Gerais, com 2,7 milhões de pessoas a menos, Bahia, com 2,4 milhões, e Rio de Janeiro, com 2,3 milhões pessoas que não receberão o novo auxílio.

Entretanto, a decisão é polêmica. De um lado, o governo afirma que não tem verba para bancar o pagamento do Auxílio para todos os que recebiam no ano passado. E, de outro, a Rede Brasileira de Renda Básica disse, em entrevista para o site Uol, que acredita que os critérios aplicados deveriam ser os mesmos, uma vez que essas pessoas não terão como se manter durante a crise econômica e de desemprego causada pela pandemia.

Valor do benefício ficará entre R$ 150 e R$ 375

Por fim, existe a questão do valor pago desta vez. Isso porque, em 2021, o benefício deve ficar entre R$ 150  e R$ 375 (para as mulheres que são as únicas provedoras da família). Assim, o valor não seria o suficiente, especialmente com o aumento da inflação no país. Por exemplo, de acordo com levantamento mais recente do Dieese, a cesta básica de alimentos mais cara do país custava R$ 639,81.

Em nota, o Ministério da Cidadania afirmou que “tem trabalhado sistematicamente para enfrentar a situação provocada pela pandemia do novo coronavírus, agravada pelas crises políticas e humanitárias em países vizinhos”. Além disso, o órgão informou que trabalha na finalização da Medida Provisória que vai instituir o novo auxílio emergencial, definindo melhor como será a distribuição do Auxílio Emergencial, que deve começar seus pagamentos em abril.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: CRIS CAVALHEIRO/shutterstock.com

Comentários
Carregando...