Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Mercado cripto: confira 4 tendências, segundo uma das maiores empresas do setor

0

O mercado das criptos fica cada vez mais popular com o passar do tempo. Não só investidores se interessam pelos criptoativos, mas grandes empresas e políticos também. Além disso, palavras como criptomoedas, NFT e DeFi se tornam cada vez mais conhecidas pelo grande público.

Para ficar por dentro do tema, especialistas da Chaianalysis, uma das maiores empresas de análise em blockchain, identificaram as quatro principais tendências para o setor em 2022.

É provável que você também goste:

Rio aceitará criptomoedas no pagamento do IPTU em 2023

Adesão dos governos ao mercado das criptomoedas

Recentemente, o governo americano divulgou a legislação para regularizar as criptos nos Estados Unidos. Já no Brasil, a Comissão do Senado aprovou Projeto de Lei que regulamenta criptomoedas. Esse movimento de adesão está sendo seguido no mundo todo, o que é uma boa notícia para os investidores.

De acordo com especialistas, as leis trazem mais clareza no uso e investimento dos criptoativos. A segurança valoriza a moeda, e atrai mais pessoas para o mercado.

Crescimento dos NFTs

Junto com as criptomoedas, os tokens não-fungíveis foram um dos principais destaques durante a pandemia do coronavírus. De acordo com a Chainanalysis, os NFTs são ativos digitais que representam uma nova relação comercial. Isso porque eles são únicos e não são consumidos quando utilizados, nem substituídos por outros. 

Só em 2021 foram movimentados mais de 40 bilhões de dólares, e a tendência é que o valor aumente ainda mais. Esse crescimento acontece à medida que mais artistas, criadores de conteúdo, celebridades e até mesmo fabricantes de videogames aderem aos NFTs.

Criação de um sistema centralizado para as criptos

Apesar do setor de finanças descentralizadas (DeFi) ficar cada vez mais conhecido, os usuários ainda enfrentam um obstáculo, que é a falta de um sistema centralizado onde possam interagir com mais facilidade. 

Oferecer uma experiência mais intuitiva para os investidores é um assunto muito debatido no setor, e já tem empresas trabalhando em uma solução. Para os especialistas,  a criação de um “superapp” pode ajudar os novos usuários a conhecer melhor o mercado das criptos e incentivar o crescimento do setor.

Criptomoedas nas investigações criminais

A Chainalysis acredita que as criptomoedas serão essenciais nas investigações criminais. O levantamento de crimes cibernéticos feito pela empresa apontou que os golpes envolvendo criptomoedas bateram um novo recorde: foram recebidos 14 bilhões de dólares por meio de endereços ilícitos.

O diretor da Chainalysis, Gurvais Grigg, acredita que o investimento em cibersegurança nas empresas aumentará:

“Atividades ilícitas desta natureza estão aqui para ficar. Mas, se a adoção global da criptomoeda continuar a evoluir, a educação para a aplicação da lei melhorar e o investimento em cibersegurança corporativa aumentar, a criptomoeda logo será reconhecida como uma ferramenta inestimável, não um obstáculo, para nos ajudar a derrubar os criminosos”

Além de trazer mais segurança no meio digital, o uso das criptomoedas como ferramenta de investigação fomentaria ainda mais o mercado.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: WorldSpectrum / Pixabay

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar