Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Com o aumento da Selic, como ficam os financiamentos imobiliários?

Veja o que muda a partir do aumento e se vale a pena financiar agora

0

Se até então, o cenário para o financiamento imobiliário era favorável, especialmente devido aos preços estagnados e taxas de juros na mínima histórica, com a taxa Selic em 5,25%, a situação muda completamente. Isso porque, a possibilidade de realizar um financiamento imobiliário acaba ficando mais distante para muitos brasileiros. Então, SIM, com o aumento da Selic, o sonho da casa própria pode ficar mais caro.

Isso ocorre porque, após a quarta alta da Selic, que saiu de 2% ao ano em janeiro para os atuais 5,25%, muitos bancos começaram a aumentar suas taxas para o crédito imobiliário, tornando-o menos vantajoso. Portanto, para saber mais sobre o assunto, continue lendo.

Com o aumento da Selic, os financiamentos imobiliários ficam mais caros

De acordo com o o Banco Central, as taxas médias do crédito imobiliário estão hoje em torno de 7,5% ao ano. Isso diante da realidade da Selic a 5,25%. Porém, se considerarmos a estimativa de alta da taxa para 8% até o final do ano, e um spread de taxa médio de 40%, voltaremos a ter taxas de financiamento em dois dígitos. Ou seja, acima de 11%!

Seja membro

Vale dizer que a modalidade mais utilizada nos financiamentos imobiliários é a SAC, ou sistema de amortização constante. Com isso, no valor da mensalidade, estão contidos os juros mais o valor de amortização da dívida. Só que, ao financiar por um longo prazo, essa amortização inicial dá a sensação de que a dívida não está diminuindo. E isto acontece porque os juros são sobre o saldo devedor integral, e ele acaba sendo boa parte da parcela.

Por fim, com o aumento das taxas, o financiamento imobiliário não apenas se torna mais caro, mas em alguns casos mais difícil. Contudo, vale dizer que, mesmo com a pandemia e a crise, a demanda por imóvel segue aquecida. Prova disso é que a procura por financiamento e a concessão de crédito atingiu recordes em 2021. Além disso, sempre existem outras opções que podem fazer sentido para você, como o consórcio, por exemplo.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Fonte: ALE BOIANI

Imagem: godshutter / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.