Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Aprenda a bloquear Pix de celular roubado

0

De acordo com o Banco Central (BC), o Pix se tornou a modalidade de pagamento mais usada em 2021. No quarto trimestre, a ferramenta foi responsável por 20,61% do total de transações realizadas no país, superando por pouco o cartão de débito, com 20,28%, e o de crédito, com 19,73%.

Contudo, esta popularidade amedronta alguns usuários, pois, foi justamente a chegada do Pix que fez aumentar os roubos de celular.

Dessa forma, o BC tem procurado medidas para dificultar o acesso a contas de clientes que foram roubados ou furtados. Uma delas foi em 2021, quando criou um limite durante o período da noite, sendo possível transferir somente valores de até R$ 1 mil entre 20h e 6h da manhã. 

É provável que você também goste:

4 golpes do Pix que você deve conhecer para não cair em fraude

Recebi um Pix errado; e agora o que fazer?

O que fazer em situações de roubo?

Sendo assim, se você teve seu celular roubado, a primeira coisa a se fazer é entrar em contato com o banco e pedir o bloqueio do Pix. 

Vale ressaltar que os aplicativos que possuem informações de e-mails precisam ter sua senha alterada de forma rápida.

Além disso, saiba que também é importante informar a operadora do seu celular sobre o roubo do aparelho. Assim, evitará os golpes via WhatsApp, como quando os criminosos usam o número do proprietário para pedir dinheiro aos contatos dele.

Mecanismo Especial de Devolução do Pix

Desde que foi lançado, o Pix conta com uma função capaz de devolver os valores quando necessário, porém, ela só podia ser usada por quem recebeu o dinheiro. 

Agora, em casos de fraude ou falha operacional do sistema, o BC permite que as próprias instituições envolvidas na operação analisem os pedidos de devolução e resolvam o problema por meio do Mecanismo Especial de Devolução.

O Banco Central informou que o recurso deve ser ativado em situações de suspeitas de fraude, sejam elas identificadas quando o usuário realiza um Pix mas percebe que foi vítima de fraude ou quando as instituições envolvidas percebem uma movimentação que não é comum.

Além disso, o Banco Central orientou que, em casos de golpe, é preciso realizar imediatamente um boletim de ocorrência:

“Nesse tipo de situação, é preciso registrar um boletim de ocorrência e avisar imediatamente a instituição pelo canal de atendimento oficial, como SAC ou Ouvidoria. No ambiente Pix nos aplicativos dos bancos, há um link direto para o canal a ser utilizado para registrar a reclamação”, informou o Banco Central.  

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar