Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria da Presidência da República, cometeu uma gafe nessa quinta-feira. Em uma rede social, ele postou os valores das próximas 3 parcelas do auxílio emergencial. No entanto, poucos minutos depois, ele deletou a postagem. Confira mais detalhes na matéria.

É provável que você também goste:

Conheça 4 empresas que auxiliam o empreendedor iniciante a ter sucesso.

iFood agora aceita Ticket Restaurante nas compras via App

Está mais fácil contestar na Defensoria Pública o Auxílio Emergencial negado injustamente

Ministro anuncia valores das três novas parcelas, mas apaga a postagem

De acordo com a postagem do ministro Luiz Eduardo Ramos, os valores das 3 novas parcelas do auxílio emergencial serão R$ 500, R$ 400 e R$ 300. Esse é o mesmo valor que havia sido anunciado por Cristiana Lôbo, comentarista da GloboNews. Ou seja, ao que tudo indica, haverá 3 parcelas adicionais de auxílio emergencial, com valores sendo reduzidos gradativamente.

Confira abaixo a postagem feita pelo ministro em sua rede social:

“O governo vai pagar 3 parcelas adicionais (de R$500, R$ 400 e R$ 300) do auxílio emergencial. A proposta faria o benefício chegar neste ano a pelo menos R$ 229,5 bilhões. Isso é 53% de toda a transferência de renda já feita no programa Bolsa Família desde o seu início, em 2004”.

Conforme a assessoria do ministro, a postagem foi apagada porque os valores ainda estão em aberto e serão discutidos pelo governo. Ou seja, esses valores ainda poderão ser alterados.

Essa postagem foi publicada e apagada poucas horas antes da reunião que discutirá os valores das novas parcelas. Agendada para a manhã de hoje, a reunião contará com as presenças de Jair Bolsonaro e dos ministros Paulo Guedes (da Economia), Onyx Lorenzoni (da Cidadania), Braga Netto (da Casa Civil). Pedro Guimarães (presidente da Caixa) e Roberto Campos Neto (presidente do Banco Central) também estarão na reunião.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: Brenda Rocha / Shutterstock.com