Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Caixa libera auxílio emergencial para mais 200 mil pessoas que estavam em análise

0

Enquanto os beneficiários do Auxílio Emergencial seguem sendo pagos, se encaminhando já para a terceira parcelas, no início deste mês ainda existiam cerca de 11,1 milhões de brasileiros em situação de análise. Na última sexta-feira (5), porém, a Caixa informou a liberação do auxílio para mais 200 mil pessoas que estavam nessa situação, tendo seus auxílios processados. Assim, a fila daqueles que esperam ansiosamente para receber o benefício emergencial do governo aos poucos diminui.

Segundo o banco, a Dataprev, empresa responsável pelo processamento dos cadastros, divulgou o resultado da análise de cerca de 700 mil pedidos. Todos eles estavam em situação de análise. Destes, 500 mil foram negados, por não estarem dentro dos critério solicitados pelo governo. Por outro lado, foram 200 mil auxílios processados. O calendário de pagamento para esses novos beneficiários ainda não foi divulgado.

É provável que você também goste:

Hurb vende pacotes nacionais de viagem a partir de R$399 na Semana dos Namorados

Mesmo com fintechs, BB, Caixa, Bradesco, Itaú e Santander têm 80% do mercado

Inscritos no Cadastro único, Bolsa Família e BPC estão liberados de pagar a conta de luz

Número de auxílios processados chega a 101,9 milhões

Com a inclusão de mais 200 mil trabalhadores nos pagamentos do Auxílio Emergencial, subiu de 101,2 milhões para 101,9 milhões o número de auxílios processados. Entretanto, desse total, cerca de 59,2 milhões foram considerados elegíveis, enquanto 42,7 milhões tiveram o benefício negado. Até a última quinta-feira (4), o total de benefícios processados elegíveis era 59 milhões.

Com isso, também, diminuiu o número de pedidos em análise, sendo agora cerca de 10,2 milhões. Desses, 5,2 milhões de cadastros estão em primeira análise, enquanto 5 milhões estão em segunda ou terceira análise. O cadastro para solicitar o Auxílio Emergencial ainda pode ser realizado, acessando o aplicativo Caixa Auxílio Emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

De acordo com a Caixa, já foram pagos R$ 76,6 bilhões aos brasileiros beneficiados, contando o valor de todas as parcelas dos auxílios processados. Isso representa um total de 58,6 milhões de pessoas que já reberam ao menos uma parcela do valor criado pelo governo para ajudar a enfrentar os impactos da crise causada pela pandemia de covid-19.

Beneficiários do Bolsa Família recebem R$ 30,3 bilhões

Além dos pagamentos já citados acima, a Caixa divulgou também os números referentes ao Bolsa Família. Assim, desde o início do pagamento do Auxílio, beneficiários do programa já somaram cerca de R$ 30,3 bilhões em auxílios processados. Além disso, foram R$ 14 bilhões para os trabalhadores inscritos no Cadastro Único para os Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e R$ 32,3 bilhões para trabalhadores informais que se cadastraram pelo site ou pelo aplicativo.

Por fim, a Caixa também informou que abrirá neste sábado (6), 680 agências em todo o país para que nascidos no mês de julho possam fazer o saque da segunda parcela, que foi finalizado no último dia 29. Até o próximo dia 13, a espera é por aqueles que desejam fazer o benefício do saque em espécie, que foi liberado apenas a partir de 30 de maio. O objetivo, com as datas diferenciadas para o saque, era evitar aglomerações durante a pandemia.

Neste sábado (6), como já citado, poderão sacar os beneficiários nascidos em julho, somando cerca de 2,6 milhões de pessoas. É importante lembrar, porém, que a Caixa permite, por meio do aplicativo Caixa Tem, que o dinheiro seja movimentado a partir de compras via QR Code, conforme já explicamos aqui.

Enfim, gostou da matéria sobre os 200 mil auxílios processados?

Então, nos siga no YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Julio Ricco via shutterstock

Comentários
Carregando...