Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Corte no orçamento do Banco Central pode prejudicar funcionamento do PIX

Em 2020, Pix aumentou em 58% as transações em tempo real no país.

0

Com a crise econômica, o governo federal está realizando diversos cortes no orçamento. Sendo assim, o governo cortou totalmente o dinheiro destinado ao orçamento do setor de tecnologia do Banco Central. Com isso, é possível que o PIX acabe sofrendo algum tipo de impacto. Isso porque, sem a verba, não há como rodar o serviço de transferência do BC. Desde sua implementação, em 2020, o PIX impulsionou um aumento de 58% nas transações em tempo real realizadas no Brasil. O jornal O Globo é a fonte das informações.

É provável que você também goste:

Nubank está liberando empréstimo em massa. Vale a pena?

360iGroup está com 50 vagas abertas e quer crescer 100% até o fim do ano

Quando vai ser liberada a transferência via Pix do auxílio pelo Caixa Tem?

Corte no orçamento do Banco Central pode prejudicar o PIX

De acordo com a colunista Miriam Leitão, do jornal O Globo, o financiamento da agricultura familiar, o Pronaf, também sofreu com o corte. Ela afirmou que tudo faz parte de uma manobra do governo, que coloca uma série de gastos acima do teto para que não seja preciso cortar emendas.

Além disso, circula uma ideia de Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para que o governo coloque esses gastos acima do teto. Segundo Miriam Leitão, houve a sugestão por parte do Ministério da Economia de que gastos de saúde e programas de apoio às empresas entrem também no que ela chamou de “sobreteto”.

Banco Central tem planos de internacionalizar o serviço

Por fim, a notícia do corte de orçamento para o Banco Central chega no mesmo dia em que foi veiculada a informação de que o banco pretendia internacionalizar o PIX. Para que isso ocorra, três condições são necessárias: a regulamentação do PIX, a regulamentação do câmbio e a infraestrutura com plataforma internacional, que será responsável por operar o sistema.

Por causa do PIX, o Brasil se tornou o 8° país a realizar mais transações instantâneas em 2020. O serviço também registrou 1,3 bilhão de operações do tipo, acima até mesmo dos Estados Unidos, que realizaram 1,2 bilhão de transações instantâneas no ano passado.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Siga o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Dessa forma, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...