Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Banco do Brasil passa a oferecer iniciação de pagamento via Pix

0

Os clientes do Banco do Brasil (BB) contarão com uma novidade em breve. Ao comprarem um produto ou serviço terão a possibilidade de dar início ao pagamento no site ou aplicativo da loja e, em seguida, finalizá-lo diretamente na conta corrente.

O Banco do Brasil tornou-se a primeira instituição financeira do país a ser habilitada para oferecer o Iniciador de Transação de Pagamentos (ITP) a seus clientes. A princípio, a iniciativa só estará disponível para transferências via Pix.

Hoje, ao comprar bens e serviços em sites, o consumidor necessita expedir boleto bancário, preencher os dados do cartão de crédito ou em caso de pagamento via Pix, copiar o código e colá-lo na área indicada no aplicativo do banco. A nova ferramenta, o ITP, promete facilitar o processo de pagamento.

Como funciona a nova forma de pagamento do Banco do Brasil?

A nova ferramenta disponibilizada pelo Banco do Brasil possibilita que o usuário inicie o pagamento no site ou aplicativo da empresa vendedora do produto ou serviço e, em seguida, seja direcionado ao ambiente digital do banco. Dessa forma, não há necessidade de fechar o site do e-commerce para abrir o aplicativo do banco, e para concluir o processo de pagamento é necessário haver a identificação e consentimento do cliente.

Atualmente, o sistema de pagamentos instantâneo, o Pix, funciona 24 horas e centraliza 30% do total de transações bancárias no Brasil, sendo mais utilizado do que DOC, TEC e boleto bancário. Por isso, segundo o Banco do Brasil, o Pix foi selecionado para ser o primeiro meio de pagamento vinculado ao ITP.

O ITP não só contribui para o consumidor por tornar o processo de pagamento mais fácil, mas, também para as empresas, pois reduz os custos com a administração de serviços de pagamento, além de diminuir o número de desistências das compras.

Em breve o serviço começará a ser oferecido às empresas pelo Banco do Brasil. A ferramenta ainda está sendo testada como projeto-piloto.

Open Banking

Em 29 de outubro de 2021, iniciou a terceira fase do open banking, o que permitiu a adesão do Pix à tecnologia de iniciação de pagamentos. Com o compartilhamento de informações sobre o Pix, será possível que no futuro as transferências sejam efetuadas fora dos aplicativos das instituições financeiras. 

Segurança

De acordo com o Banco do Brasil, por ser um processo supervisionado pelo Banco Central, o iniciador de transação de pagamentos é uma ferramenta segura. Apenas instituições aprovadas pela autarquia poderão operar a tecnologia. Sendo que os pagamentos são feitos na instituição financeira a qual o cliente possui conta aberta.

Ainda segundo o Banco do Brasil, outras utilidades do ITP estão sendo estudadas e logo o usuário poderá usar a ferramenta para realizar a contratação de um serviço, pagar uma obrigação ou depositar dinheiro na conta.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Siga-nos no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o  Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar