Banco do Brasil segue Caixa e queda da Selic, reduzindo taxa de juros

- Publicidade -

A decisão do Copom – Comitê de Política Monetária surpreendeu a todos e aplicou uma redução na taxa Selic em 0,50 ponto percentual. Com isso, estamos com a menor taxa Selic da história do Brasil, que entrará em vigor no dia 5 de agosto. Em contrapartida, o Banco do Brasil segue a Caixa e anunciou redução na taxa de juros para pessoas físicas, jurídicas e no financiamento imobiliário.

É provável que você também goste:

Itaú também reduz juros do crédito após anúncio da Selic.

Apple Card: o cartão com ZERO tarifas e que devolve dinheiro vai ser lançado em agosto

Quinto Andar facilita aluguel de imóveis livre de burocracia e sem fiador.

Caixa anuncia corte brutal na taxa de juros e cartão de crédito sem anuidade.

Banco do Brasil segue Caixa e queda da Selic, reduzindo taxa de juros

Financiamento imobiliário

Através do anúncio do Banco do Brasil, as taxas mínimas do financiamento imobiliário devem passar de 8,49% a 8,29% ao ano, através do Sistema Financeiro de Habitação. Contudo, na carteira hipotecária, a taxa de juros passou de 8,85% para 8,65% ao ano.

Financiamento de veículos

No financiamento de veículos, o Banco do Brasil aplicou uma redução de 1,57% para 1,53% ao mês na linha com o automóvel como garantia, desde que a contratação seja feita por meio do App do BB. Na compra de veículos novos e seminovos, o juro passa de 0,88% para 0,84% ao mês.

Crédito Pessoal

No empréstimo pessoal sem garantia, o BB reduz a taxa mínima de 2,99% ao mês para 2,95% ao mês. No cheque especial, passa de 1,99% a 1,95% ao mês.

Cartão de crédito

Com relação a oferecer cartão de crédito sem anuidade, o Banco do Brasil não se posicionou a respeito. Cabe ressaltar que o BB já oferece o Ourocard Fácil.

Pessoa jurídica

Empresários também serão beneficiados com a redução de juros. Na linha de desconto de cheque (prazo de 30 dias), terá aplicada uma redução de 1,26% para 1,22% ao mês. Para descontos de títulos (30 dias), a redução é de 1,16% para 1,12% ao mês.

A taxa de juros para que os empresários tomem capital de giro para os seus negócios foram cortados. As taxas mínimas das linhas de crédito BB Giro Digital e BB Giro Empresa para até 360 dias reduz de 2,52% para 2,48% ao mês e de 0,95% para 0,91% ao mês, respectivamente.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Eduardo Mendeshttps://seucreditodigital.com.br/author/mendes/
Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Co-Fundador do site Seu Crédito Digital.
- Publicidade -

Mais Populares

Caixa faz nova rodada de pagamentos do Auxílio Emergencial nesta quarta-feira (05)

Nesta quarta-feira (05), a Caixa fará uma nova rodada de pagamentos do Auxílio Emergencial. Dessa vez, estão incluídos os beneficiários nascidos em maio, que...

Projeto prevê uso de vale-transporte para pagar aplicativos durante pandemia

Trabalhadores em breve poderão ter mais uma opção de transporte durante a pandemia de Covid-19. Conforme Projeto de Lei (PL) da senadora Rose de...

Caixa Tem: CEF garante saque dos R$ 600 para quem teve conta bloqueada

Nesta segunda-feira (3), a Caixa Econômica Federal garantiu que aqueles que tiveram a conta do Caixa Tem bloqueada não vai precisar esperar o desbloqueio...

Mais de 1 milhão de pessoas começam a receber o auxílio emergencial essa semana

Hoje (03), o Ministério da Cidadania anunciou um novo calendário do auxílio emergencial. Ele vai começar a ser pago no dia 5 de agosto...
- Publicidade -