Banco Olé leva multa por cobrança indevida de empréstimo. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça, aplicou multa de R$ 1,2 milhão ao Banco Olé Bonsucesso Consignado por violar Código de Defesa do Consumidor. A instituição financeira foi acusada de cobrar tarifa de confecção de cadastrado, que é chamada de TCC.

É provável que você também goste:

Depois de Guedes, secretário sugere que Auxílio Emergencial reduza ao valor do Bolsa Família, por mais meses

Credicard Beta: mais um cartão sem anuidade do Itaú que vem para concorrer com o Nubank

Senado aprova projeto que impede despejo de inquilino durante quarentena.

Banco Olé leva multa por cobrança indevida de empréstimo

A multa foi aplicada depois do Ministério da Justiça receber uma denúncia do Banco Central por prática abusiva. A acusação de cobrança da tarifa de confecção de cadastro, a TCC, por parte do Banco Olé Bonsucesso Consignado, faz parte das operações de crédito consignado sem previsão contratual.

O Olé Bonsucesso informou ao Banco Central que interrompeu a cobrança de TCC e que iniciou a devolução do dinheiro aos consumidores.

É provável que você também goste:

Guedes diz que pode prorrogar Auxílio Emergencial, mas com valor muito menor.

Confira o novo calendário do Bolsa Família 2020 com o auxílio emergencial.

Enfim, gostou da matéria sobre o Banco Olé?

Então, nos siga no YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Fonte: Veja