Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Presidente do Banco Central diz que o Brasil avança na criação do Real Digital

O plano de criação da moeda digital deve passar por três etapas.

0

Com um planejamento dividido em etapas, Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central do Brasil, anunciou durante a última reunião do Banco de compensações Internacionais ( tradução livre em português) que o Brasil tem progredido na criação e no desenvolvimento do Real Digital.

É provável que você também goste:

Serasa Score: Confira perguntas e respostas para as principais dúvidas

Saiba como ganhar MilhasBack, o cashback de milhas da Smiles

Moedas digitais têm outras 5 finalidades além de servir como dinheiro

O presidente acredita que mais informações poderão ser divulgadas em breve sobre a moeda digital, mas ressalta que o processo segue em andamento. Campos contou que o Projeto de Lei já foi lançado e visa mudar as características da moeda real. De maneira simples, o plano segue três etapas:

  1. Simplificação;
  2. Internacionalização e convertibilidade;
  3. Projeto de digitalização.

Ainda, o presidente afirma que a terceira etapa já está em andamento, com um progresso rápido.

A importância da colaboração entre os bancos centrais para o Real Digital

Campos acredita que a colaboração entre os bancos centrais de todo o mundo poderia ser considera, uma vez que todos têm trabalhado em suas próprias moedas digitais e cada uma possui características em comum com a outra. A ideia seria trocar informações para acelerar a digitalização da economia.

Já o economista-chefe do Banco Digital Modal Mais, Álvaro Bandeira, contou que o Real Digital não é como as outras moedas digitais, nem como o bitcoin.

Ele diz que, enquanto o bitcoin não trabalha como uma forma de pagamento, o Real Digital está em uma construção de se tornar parte de um mercado regulado. Ou seja, que busca a padronização da moeda entre os diferentes bancos centrais do mundo. Essa visão pretende tornar mais fáceis as transações financeiras entre os países.

Além disso, é possível perceber que, embora em fase de estudos na China, Estados Unidos, na zona do euro e aqui no Brasil, a pandemia tornou o processo mais acelerado, o que provou a necessidade de ter uma moeda mais dinâmica e digital.

Contudo, ainda é necessário sanar algumas questões. Detalhes importantes, como quem vai emitir a moeda, quem vai rastrear, a tecnologia usada, se gerará remuneração ou não, etc. Apesar disso, há muito otimismo em relação a essa novidade, pois o Real Digital possibilita diminuir os custos, aumenta a competitividade e consegue levar serviços a locais remotos.

Portanto, embora ainda haja muitas questões em torno do Real Digital, Campos acredita que será um ganho para a economia e um avanço; afinal esse movimento digital pode inserir o Brasil no mercado financeiro global de maneira organizada e com mais rapidez.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: RHJPhtotoandilustration / shutterstock.com

Comentários
Carregando...