Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Brasil chega a 65 milhões de inadimplentes

0

Na última terça-feira, dia 5 de abril, o Serasa divulgou uma pesquisa que aponta que 65,2 milhões de consumidores no Brasil estavam inadimplentes em fevereiro de 2022, marca que não era atingida desde o início da pandemia, em maio de 2020. As dívidas em atraso desses inadimplentes chegam a um total de R$ 263,4 bilhões.

Houve um aumento de 0,54% no número de inadimplentes em fevereiro. Cada cidadão tem uma dívida média de R$ 4.042,08, sendo que cada número de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) tem, em média, 3,4 dívidas ativas.

É provável que você também goste:

Serasa e SPC ligam ou enviam e-mail para informar que seu nome está com restrição?

Feirão QueroQuitar está dando até 99% de desconto em negociações de dívidas

Perfil dos inadimplentes

Dentre os inadimplentes no Brasil, os homens correspondem a 50,2% dos devedores, já as mulheres 49,8%. Na divisão por idade, a maioria dos devedores têm entre 26 e 40 anos de idade, o que representa 35,3%, logo em seguida vem os cidadãos que têm entre 41 e 60 anos de idade, representando 34,9% dos inadimplentes.

Aumento da inadimplência

O número de inadimplentes estava em queda desde abril de 2021, entretanto, desde outubro de 2021 está em alta.

As principais causas para o aumento consecutivo da inadimplência são fatores como a alta da taxa de juros, que torna o crédito mais caro e o desemprego que continua em alta.

Outro fator que impacta diretamente no pagamento das dívidas é a queda na renda média do trabalhador. Ainda que o mercado de trabalho esteja passando por uma recuperação gradual nos últimos meses, a maioria das pessoas estão sendo contratadas com salários menores ao que ganhavam, o que dificulta a quitação dos débitos em atraso.

Segundo o Serasa, os tipos mais comuns das dívidas em situação de inadimplência em fevereiro foram:

  1. Débitos com o cartão de crédito – 28,6%;
  2. Dívidas com contas domésticas (água, luz e gás) – 23,2%;
  3. Gastos no comércio varejista – 12,5%.

Como saber se estou com o CPF negativado?

Para o cidadão saber se seu CPF está negativado ele precisa efetuar um registro preenchendo o nome completo e a data de nascimento e assim gerar um login e uma senha.

Além da Serasa, é possível consultar gratuitamente também no Serviço de Proteção ao Crédito (SCPC), que é gerido pela Boa Vista. Já no SPC Brasil, o serviço é pago.

Na plataforma, o consumidor poderá saber se é considerado um bom ou mau pagador através do score e também negociar a dívida com mediação da empresa de consulta de crédito.

Nessas plataformas, as dívidas que estão negativando seu CPF podem ser consultadas, quitadas ou parceladas.

A Serasa, tem um cadastro com cerca de 65 milhões de CPFs inadimplentes, totalizando mais de 200 milhões de dívidas.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Pormezz / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar