Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Caixa oferece linha de crédito BNDES para caminhoneiros e setor de transporte

0

A greve dos caminhoneiros de 2018, foi uma das maiores que o Brasil já enfrentou nos últimos anos, sem dúvidas. Naquela época, o impasse foi solucionado através da redução do preço do óleo diesel em 46 centavos por litro na bomba. Além disso, foram atendidas algumas exigências dos caminhoneiros. Agora, estamos diante da iminente deflagração de uma greve nacional da categoria em maio de 2019. Entretanto, o governo Bolsonaro lançou um pacote de medidas na última terça-feira (16). Na continuidade, a Caixa Econômica Federal anunciou condições especiais de empréstimos e serviços para este público, disponibilizando a linha de crédito BNDES Finame. Confira maiores informações aqui neste post.

Leia agora:

Next, concorrente do Nubank, vai se separar do Bradesco e será independente.

Santander, Bradesco, Caixa e Itaú lideram reclamações no Banco Central.

Caixa oferece linha de crédito BNDES para caminhoneiros e setor de transporte

A partir de hoje (17/3), a Caixa Econômica Federal disponibilizará a linha de crédito BNDES Finame. Essa modalidade é destinada à aquisição de máquinas e equipamentos novos, ônibus e caminhões. O valor financiado pode chegar a 100% do valor do bem. Nas condições anteriores e nesta modalidade, o financiamento estaria limitado a apenas 80% do valor.

Ademais, o pacote de vantagens da Caixa também inclui uma modalidade de capital de giro com recursos do PIS. A modalidade tem taxas a partir de 0,83% ao mês, isenção de IOF e prazo para pagamento de até 24 meses. Entretanto, neste caso o banco estatal destinou o valor de R$ 5 milhões mensais que será ofertado exclusivamente ao setor de transportes.

Por fim, quem optar em abrir uma conta na Caixa Econômica Federal também terá algumas vantagens. Por exemplo, a isenção das taxas de prestação de serviços que tradicionalmente são cobradas por grandes instituições financeiras de varejo.

É provável que você também goste:

Reforma da Previdência poderá taxar vale-refeição, férias e PLR

Comentários
Carregando...