Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Caixa vai devolver hoje R$ 1.045 que não foi retirado do FGTS no Caixa Tem

0

Conforme a Caixa Econômica Federal, nessa segunda-feira (30), a instituição vai devolver o saque do emergencial do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo do Serviço) de até R$ 1045 que não foi retirado pelo trabalhador. Sendo assim, esse valor vai voltar para as contas vinculadas ao FGTS. Ao todo, deve ocorrer a devolução de cerca de R$ 7,9 bilhões. Já o tempo de processamento do retorno de todo esse valor deve durar até 7 dias corridos.

É provável que você também goste:

C6 Bank reduz mensalidade de acelerador de pontos de R$ 10 para R$ 0,01

Banco Bradesco é multado em R$ 5 milhões por envio de cartões sem solicitação

Empresas poderão recolher FGTS através do PIX, do Banco Central

Quem ainda quiser sacar o valor do FGTS emergencial tem só até hoje (30) para fazer isso. O FGTS emergencial, vale lembrar, foi liberado pelo governo como forma de reduzir os impactos financeiros da pandemia de covid-19. Dessa forma, a Caixa Econômica Federal criou cerca de 55 milhões de poupanças digitais para fazer tais pagamentos. Os depósitos na poupança social digital ocorreram entre 29 de junho e 21 de setembro.

Como funcionou o pagamento do FGTS emergencial?

Os depósitos do saque emergencial do FGTS ocorreram de forma automática nas poupanças sociais digitais, mas o trabalhador poderia optar por não retirar o valor. O prazo para recusar a transferência do saque emergencial era de até 10 dias antes da liberação do valor. Se o trabalhador não fez a recusa, mas também não sacou ou transferiu o valor até hoje, o valor retorna para o FGTS devidamente corrigido.

Contudo, a Caixa explicou que, se o trabalhador transferiu qualquer parte desse valor, o dinheiro do saque emergencial do FGTS vai continuar na poupança social. Além disso, se o trabalhador quiser ganhar o saque emergencial, é possível pedir o crédito pelo aplicativo do FGTS até 31 de dezembro de 2020. Esse prazo vale para todos, até mesmo para quem a princípio recusou o valor ou não movimentou a conta. Todavia, quem recebeu o saque emergencial e solicitou o desfazimento do crédito não pode mais pedir o benefício.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTube, Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...