baixa renda

Caixa vai emprestar menos dinheiro para grandes empresas e mais para clientes baixa renda. A Caixa Econômica Federal deve destinar os recursos para negócios em crédito para pequenas empresas e para habitação. Essa informação foi afirmada pelo novo presidente da instituição, Pedro Guimarães. Além disso, uma das prioridades será melhorar a articulação com a outra grande instituição oficial de varejo, o Banco do Brasil, para adotar medidas de cortes de custos e para garantir que não haja sobreposição de atividades.

Leia também:

Caixa vai criar nova empresa para dar microcrédito a cliente baixa renda.

Empréstimo consignado poderá ser feito somente 6 meses após a aposentadoria.

Caixa vai emprestar menos dinheiro para grandes empresas e mais para clientes baixa renda

A Caixa também vai investir em outra frente de trabalho que é a venda de participações em nichos de negócios, como cartões e alguns ramos de seguridade e o uso mais intenso da securitização de crédito imobiliário, inclusive com a participação de capital estrangeiro.

Guimarães ainda disse que a Caixa não pode ter mais de R$ 100 bilhões de créditos a grandes empresas. Por isso, a prioridade será fazer operações com pequenas empresas e em segmentos como crédito consignado.

O novo presidente da instituição financeira já foi nomeado para o cargo e participou ontem da cerimônia de transmissão de carto do novo ministro da Economia, Paulo Guedes. Na segunda-feira (7), haverá as cerimônias de transmissões dos cargos dos presidentes da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, que terá Rubem Novaes como presidente. Além disso, está previsto uma cerimônia unificada de Banco do Brasil e Caixa no Planalto e, posteriormente, individuais nos bancos.

Guimarães ainda disse que fará uma redução de custos e racionalização de operações. Adiantando o que seria o trabalho em conjunto que pretende fazer com Novaes, do BB.

Já na área imobiliária, que é outra prioridade, ele disse que já iniciou conversas com o Banco Central para o aperfeiçoamento na regulamentação para facilitar os investimentos estrangeiros na securitização de crédito imobiliário.

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Sobre o autor Ver todos os posts Site

Luiz Felipe Kessler

Graduado em Administração de Empresas pela UFRGS.

Entusiasta de fintechs e tudo o que a tecnologia proporciona de facilidades em nossas vidas.

Fundador dos sites Seu Crédito Digital, Conexão Estudante e do Optclean Tecnologia.

Comentários no Facebook