Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Carrefour comprou o Grupo BIG e consumidor pode ter preço mais baixo

O Grupo conta com uma rede de 387 lojas.

0

Nesta quarta-feira (24), o Carrefour anunciou a compra do Grupo BIG no Brasil. Com a aquisição das marcas BIG, Super Bompreço, Maxxi Atacado, Walmart e Sam’s Club, o Carrefour se torna o maior varejista do país. Mas como isso vai influenciar em nossas vidas, especialmente para quem era cliente do Grupo BIG?

É provável que você também goste:

Governo não vai usar mais o seguro-desemprego para pagar redução de salário e jornada

Receita Federal abre consulta ao lote residual do Imposto de Renda

Novo golpe de “prova de vida” do INSS via WhatsApp

Carrefour comprou o Grupo BIG e consumidor pode ter preço mais baixo

Antes de mais nada, o Carrefour garante que essa aquisição trará vantagens aos consumidores das marcas que pertencem ao Grupo BIG. Sebastien Durchon, diretor financeiro do grupo Carrefour Brasil, disse que “o consumidor vai se beneficiar muito com isso. Tem lojas que vamos converter para nossas bandeiras que oferecem produtos em segmentos mais baratos ao cliente. A marca Atacadão, por exemplo, é a mais barata do segmento cash and care. O consumidor das lojas Maxxi também vai ser beneficiado”.

O Grupo BIG conta com uma rede de 387 lojas. Delas, 35 são unidades Sam ‘s Club, enquanto 107 são hipermercados BIG e BIG Bompreço, 99 supermercados Bompreço e Nacional, 97 lojas Todo Dia, 49 unidades Maxxi e 13 postos de gasolina.

Com essa compra, a rede de supermercados Carrefour ganha espaço nas regiões Nordeste e Sul, que têm um forte potencial de crescimento, segundo a empresa. Ademais, com a negociação, o Carrefour amplia sua base de clientes de 45 milhões para 60 milhões!

A vantagem dessa fusão para os consumidores é a ampliação de marcas e bandeiras nas prateleiras, além de mais canais de atendimento. Além disso, o preço oferecido também pode ser melhor.

Risco para a concorrência?

Sim, essa compra pode oferecer riscos à livre concorrência de mercado. Por isso, a aquisição do Carrefour ainda deve passar pela aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A transação custou 7,5 bilhões de reais, sendo 70% em dinheiro e 30% em ações do Carrefour (CRFB3).

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...