Category - FINTECH

Como funciona o app PicPay? Aprenda a ganhar dinheiro com ele

app picpay

As startups estão a cada momento inovando e trazendo soluções em nossas vidas. As fintechs, que são startups financeiras, possuem o objetivo de nos prestar soluções financeiras utilizando a tecnologia de maneira prática e rápida, facilitando nossas vidas e trazendo um conforto muito maior, pois podemos fazer transações financeiras de nossas residências. O app PicPay, portanto, funciona como uma carteira digital em que permite que você faça compras pelo smartphone com cartão de crédito ou transferência. Além disso, você pode transferir dinheiro para amigos. Enfim são inúmeras possibilidades dentro do aplicativo.

Leia também:

4 formas de pagar qualquer boleto pelo cartão de crédito.

Como pagar boleto pelo cartão de crédito pelo app PicPay.

Entenda a diferença entre o PicPay e PicPay Pro.

Para usar o app, basta baixar o aplicativo na loja do Android ou do iOS, se cadastrar preenchendo alguns dados como nome completo, e-mail, CPF e criar uma senha pessoal. Você pode cadastrar o seu cartão de crédito para efetuar os pagamentos. Além disso, o PicPay tem parcerias com as bandeiras Visa e MasterCard e todas as transações são efetuadas sem custo para o usuário.

Pagamento

Para fazer o pagamento, o usuário precisa ter o número do telefone da pessoa ou empresa cadastrada. Outra possibilidade em que o aplicativo proporciona é o envio de dinheiro para a conta de seus contatos e realizar pagamento de contas em estabelecimentos que já estão credenciados.

Resgatar o dinheiro

Se você for o usuário que irá receber um pagamento, o processo de resgate é bem simples. Você poderá utilizar o dinheiro depositado como forma de pagamento em próximas compras e também fazer transferência para uma conta bancária sem custo algum. A quantia estará disponível em até 48 horas depois da sua solicitação.

Onde utilizar o app PicPay

O PicPay disponibiliza uma série de endereços que aceitam o app como forma de pagamento. Ele analisa de acordo com a sua localização e interesses de consumo e indica as melhores opções de compras. Além disso, também cita quais possuem programas de fidelidade para que você participe e receba ainda mais créditos.

São diversos estabelecimentos que aceitam o PicPay como forma de pagamento: restaurantes, lojas, salões de beleza, supermercados, farmácias, entre outros.

Como ganhar dinheiro com o PicPay

O PicPay permite que você ganhe R$ 10 ao indicar pessoas que se cadastrem no app. Ou seja, as pessoas que criarem conta com o seu código de indicação receberão de volta os primeiros R$ 10 gastos no PicPay. Sendo assim, além do seu amigo ganhar, você também ganhará R$ 10 pela indicação. Essa promoção é válida para pagamentos com cartão de crédito. Se interessou? Se cadastre com o seguinte código: PBBTTM

PicPay Pro

O empreendedor autônomo ou microempreendedor interessado poderá depois e criar o seu perfil ativar no menu a função Pro. A transação ocorre pelo cliente e não pelo vendedor. Ambos devem ter o app instalado para que o pagamento ocorra. Isso garante uma maior segurança ao vendedor, pois ele não terá acesso a dados sigilosos dos clientes.

As contas normais têm um limite de R$ 800 mensais, já a Pro permite transações que passem desse valor.

Taxas apenas sobre vendas realizadas

Não há cobranças de taxas como de inscrição, saque, aluguel e não há qualquer tipo de mensalidade. O único valor cobrado pelo app PicPay é sobre as vendas realizadas. A taxa única cobrada sobre a venda realizada no crédito à vista é de 4,89% e são acrescentados 3,49% por cada parcela extra em caso de o cliente optar pelo parcelamento, é possível parcelar em até 12 vezes. A taxa poderá ser repassada ao cliente ou se o vendedor optar poderá arcar com o valor. O vendedor Pro pode aceitar pagamento pelo Visa, Mastercard, Elo e American Express.

O valor da venda cai na conta virtual do vendedor, podendo ser transferido para a conta bancária. Desta forma, o vendedor terá que esperar pela transferência bancária para ter acesso ao dinheiro, parecido com o que ocorre com as maquinhas de cartão PagSeguro.

Considerações Finais

Sem dúvida, essa é uma excelente alternativa para microempreendedores que não querem pagar as taxas cobradas pelas maquininhas de cartão de crédito. Além disso, dessa forma fica mais fácil de receber a quantia de dinheiro em que seu amigo está devendo para você, ou até dividir alguma conta em um bar. Portanto, nós recomendamos fortemente o uso desse app.

Gostou da notícia sobre o app PicPay?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Fontes: Techtudo, MobileTransaction, ContaemBanco.

Consumidores de poder aquisitivo maior não serão aprovados no Nubank

poder aquisitivo maior

O Nubank prioriza, sobretudo, clientes de média e baixa renda e não pretende lançar, por agora, produtos para consumidores com poder aquisitivo maior. Até porque o custo da operação não justificaria o investimento nesse tipo de perfil, segundo Cris Junqueira, vice-presidente da fintech.

Clientes com poder aquisitivo maior são caros para a fintech

“O cliente (com cartões) ‘black’ , com poder aquisitivo maior, são caros para nós”, afirma a executiva. “É difícil tirá-los dos bancos nos quais já estão, porque esses clientes, sim, são bem tratados”, explicou Cris.

Leia também:

Quais as vantagens e diferenças do Nubank Platinum e Nubank Gold.

Itaú lança cartão de crédito digital Credicard Black para cliente de alta renda.

Vantagens em antecipar a parcela do Nubank.

A missão do Nubank, atualmente, é conquistar clientes “platinum”, de renda entre média e alta. Para conquistar esse público, a fintech criou o plano de recompensas Nubank Rewards, lançado em 2017. Ele foi lançado para atrair consumidores que pagam altas taxas de anuidade em troca de pontos maiores nos programas de fidelidade.

“Sabemos que conseguimos lançar um serviço que é o melhor do mercado. Pontos não expiram, não há restrições para uso em passagens, não há restrições para transferência de pontos”, afirma Cris.

O Nubank também planeja abrir o Nuconta para todo o mercado. A conta corrente da empresa foi lançada em 2017, mas está ainda em fase de testes. Sabemos que o produto ainda não está completo”, diz a executiva. “Ele ainda está em fase de testes apenas para clientes dos cartões”, afirma.

O Nubank foi criado em 2013 como uma alternativa aos bancos tradicionais que oferecem cartões de crédito com cobrança de anuidade. O sucesso da empresa já fez alcançar 4 milhões de clientes. Agora a expectativa dos executivos é a aprovação da lei do Cadastro Positivo para atrair mais clientes.

“Muitos não possuem holerites, têm dificuldades para comprovar renda. Então, barramos pessoas que não devem ser barradas”, afirma Cris. “Com o cadastro positivo, isso poderá nos ajudar a filtrar melhor e incluir esse consumidor”, conclui a vice-presidente do Nubank.

Gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram para continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Fonte: Istoé.

Pag! está investindo alto para bater o Nubank

fintech pag

As fintechs estão ganhando cada vez mais espaço no mercado financeiro. Até porque sempre estamos precisando de mais tempo para conseguir fazer todas as nossas atividades. Os bancos digitais conseguem fazer os seus clientes ganharem mais tempo ao fazer operações diretamente pelo aplicativo, além do fato de que é possível controlar financeiramente em tempo real todos os gastos do mês e do passado.  Pensando no crescimento de mercado, a fintech Pag! está investindo R$ 300 milhões em marketing, tecnologia e melhorias do produto. A startup financeira oferece cartão de crédito digital e uma conta digital livre de anuidades.

Leia mais:

Pag! pode estar prestes a lançar cartão de débito e conta com investimentos.

Pag! adiciona recurso do Nubank: antecipar faturas e parcelas com desconto.

Vantagens e desvantagens do cartão de crédito Pag!, vale a pena?

O plano ambicioso da empresa receberá o aporte entre 2019 e 2021. A fintech pertence ao Grupo Avista, instituição financeira com mais de 20 anos de mercado e que investirá 50% do valor.

A ideia da Pag! é captar o resto do aporte com investidores. Além disso, a empresa cumpre, até o fim do ano, um primeiro plano de investimentos, de R$ 200 milhões, anunciado no lançamento da operação. Atualmente, a Pag! conta com 350 mil usuários e 1,5 milhões de pedidos em análise.

Portanto, uma maior concorrência será benéfica para os consumidores. Até porque quando se tem mais opções de qualidade no mercado, os serviços tendem a melhorar cada vez mais para não perder clientes para a concorrência.

Gostou da notícia sobre a fintech Pag?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Fintech Creditas pede registro ao Banco Central para virar banco

Creditas

A Creditas, plataforma de serviços financeiros em que oferece crédito com garantia, registrou um pedido para se tornar um banco. A Creditas foi a primeira fintech a fazer o pedir após o BC regulamentar as atividades das fintechs de crédito.

De acordo com o fundador da Creditas, Sergio Furio, o objetivo é ter autonomia para operar produtos e serviços. Ele ainda destaca que deseja mais independência e ter custos operacionais menores.

Leia mais:

Rumor: PagSeguro pode estar próximo de lançar o seu próprio banco.

Como funciona o app PicPay? Aprenda a ganhar dinheiro com ele.

10 motivos para você abrir uma conta digital no Banco Inter e esquecer o Nubank.

“Pretendemos lançar por exemplo uma linha de crédito com garantia, que vai funcionar como uma espécie de cheque especial, porém bem mais barata do que as oferecidas por bancos”, explicou o fundador. A Creditas também seguirá operando em modelo híbrido, diretamente e com parceiro.

A Creditas foi fundada em 2012 e oferece crédito com garantia de imóveis ou veículos. Ela tem parceria com as instituições financeiras Sorocred, Santana, CHP e Fapa.

A regulamentação do Banco Central tornou possível que as fintechs operem sem um intermediário. Ou seja, abriu a possibilidade de operar como uma Sociedade de Crédito Direto (SCD) e como Sociedade de Empréstimo entre Pessoas (SEP).

A Creditas, segundo Furio, liberará cerca de 340 milhões de reais neste ano. Mantendo o plano de tornar a empresa a maior de empréstimos com garantia da América Latina.

A fintech recebeu aporte, em dezembro, de 165 milhões de reais do fundo de private equity sueco Vostok. Foi o maior investimento de 2017 no setor na América Latina.

Entenda a regulamentação do Banco Central

A regulamentação permite que fintechs de crédito digital entrem com pedido de abertura de instituição financeira nas modalidades SEO ou SCD. Isso significa que elas se tornam independentes e mais competitivas em relação aos bancos tradicionais.

No entanto, as startups de crédito direto e de empréstimos entre pessoas devem atender a requisitos operacionais e prudenciais proporcionais compatíveis com o seu porte e perfil. Caso a fintech tenha perfil de risco simples, ela pode optar pela classificação no segmento S5 para fins de aplicação proporcional das regras prudenciais. Os critérios foram adaptados pela Resolução n°4.657, em que permite que as instituições possam se expor a títulos de securitização. Desde que possuam características de menor risco e exerçam atividades relacionadas à custódia e à escrituração de títulos de crédito originados pela própria instituição.

Já para as fintechs pertencentes à SEP, houve uma mudança do limite máximo de risco que o investidor pode tomar. O Banco Central regulamentou um limite de R$ 15 mil por operação, mas sem limitar a quantidade de operações.

A regulamentação também permite que as fintechs ofereçam análise de crédito, atuar como corretor de seguros e emitir moeda eletrônica. A mudança torna as fintechs independentes porque elas, atualmente, trabalham  como correspondentes bancários de instituições financeiras.

Gostou da notícia sobre a Creditas?

Nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Como recuperar o dinheiro investido no Banco Neon pelo FGC

recuperar o dinheiro investido no Banco Neon

O FGC e o Banco Neon anunciaram ontem (17) que os clientes com valores de até R$ 250 mil investidos nos CDBs (Certificados de Depósito Bancário) devem receber seu dinheiro entre sexta-feita (18) e 17 de setembro deste ano. Veja como recuperar o dinheiro investido no Banco Neon.

Isso porque o Banco Central decretou a liquidação extrajudicial da Banco Neon S.A no dia 4 deste mês. O Banco Neon e a Neon Pagamentos operavam em diferentes frentes: o banco é responsável pela ferramenta “Objetivos” em que os clientes investem em CDBs e emissão de cartão de crédito. Já a Neon Pagamentos é responsável pela parte de abertura de contas digitais, atendimento ao cliente e cartão de débito e marketing.

Leia mais:

FGC: Saiba o que é o Fundo Garantidor de Créditos.

Banco Votorantim vai assumir contas do Banco Neon.

Como recuperar o dinheiro investido no Banco Neon pelo FGC

Quem fazia parte do produto “Objetivos” precisa acessar o app da Neon Pagamentos a partir de hoje (18) e seguir as instruções para receber o pagamento da garantia.

Importante: Atualize o seu aplicativo do Banco Neon para receber as informações.

Se você for dono de um iPhone, clique aqui.

Se você for dono de um aparelho Android, clique aqui.

O procedimento estará disponível no período de 18/05/2018 a 18/06/2018.

Depois do período, os credores que não receberam o valor ainda deverão solicitar o pagamento diretamente no Banco Neon S.A. Nesta situação, os clientes receberão os pagamentos através das agências do Banco Bradesco. O depósito será realizado no município informado no cadastro do credor do banco.

Gostou da notícia sobre como recuperar o dinheiro investido no Banco Neon pelo FGC?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para acompanhar mais artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto.

Fintech ajuda a promover a estabilidade financeira dos colaboradores

estabilidade financeira dos colaboradores

A Fintech Brightside tem o objetivo de promover a estabilidade financeira dos colaboradores. A plataforma da startup foi projetada para causar impacto direto no lucro líquido e na qualidade de vida dos trabalhadores. Até porque a instabilidade financeira é um dos principais problemas que acabam afetando os ambientes de trabalho. O que acarreta em uma redução da produtividade dos trabalhadores. A startup financeira recebeu, recentemente, um aporte de US$ 4 milhões para potencializar o seu trabalho.

Leia mais:

Como funciona o app PicPay? Aprenda a ganhar dinheiro com ele.

Entenda como as fintechs de investimentos podem ajudar você a ganhar dinheiro na internet.

Abertura de conta: fintechs levam vantagem sobre os grandes bancos.

Estabilidade financeira dos colaboradores ajuda a melhorar produtividade

A falta de produtividade no trabalho está principalmente relacionada, segundo uma pesquisa da PwC, ao estresse criado pelo desequilíbrio nas finanças. Com o aporte, a Brightside vai auxiliar a gestão da saúde financeira de colaboradores. A fintech presta o serviço através de um aplicativo e da assistência de profissionais do mercado. Outro objetivo da fintech é que as pessoas tenham acesso e facilidade em encontrar opções de economia que possam mudar sua situação financeira.

Um relatório realizado pela Federal Reserva Board concluiu que se um trabalhador é confrontado com uma inesperada despesa emergencial de US$ 400, cerca de 1468 reais, 44% dos adultos não conseguiriam pagar imediatamente ou teriam que recorrer a um empréstimo ou vender algo para cobrir o gasto. Muitos funcionários também estão sobrecarregados com dívidas de empréstimo estudantis.

“Durante anos, as empresas se concentraram na saúde física e emocional dos funcionários sem dar ênfase em seu bem-estar financeiro”, disse Shawn Leavitt, vice-presidente sênior da Total Rewards da Comcast. “Agora, nós, como empregadores, estamos reconhecendo o impacto que a saúde financeira tem em nossa força de trabalho. A Brightside ajuda nossos funcionários gerenciar melhor seu bem-estar financeiro e também nos dá uma vantagem competitiva ao aprimorar o portfólio de benefícios que oferecemos e tornar nosso pacote de benefícios mais significativo para o dia a dia das pessoas. ”

“Empregadores agora possuem uma solução simples para os grandes custos causados pela redução de produtividade, inclusive a abstenção e os sérios problemas de saúde causados pelo estresse financeiro. É sabido que o estresse financeiro nos deixa menos saudáveis, inteligentes e mais sozinhos”, explicou Tom Spann, CEO da Brightside.

A fintech foi fundada em 2017 por King e Shawn Leavit. A empresa possui atualmente 20 trabalhadores.

Considerações finais

O que sempre destacamos aqui no Seu Crédito Digital, é que você precisa ter uma vida financeira adequada e organizada. As dívidas, sem dúvida, causam um grande transtorno, e acaba dificultando de alcançarmos nossos objetivos. Além disso, pode causar problemas de saúde como a depressão. Tendo um controle financeiro maior, deverá aumentar a produtividade no seu trabalho como foi destacado ao longo deste texto.

Portanto, a iniciativa da Brightside, sem dúvida, preenche um espaço no mercado que muitas pessoas necessitam. Ou seja, há um acompanhamento por parte da fintech para melhorar a situação financeira dos funcionários e consequentemente aumentar a produtividade deles.

Gostou do artigo sobre a fintech que ajuda a promover a estabilidade financeira dos colaboradores?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto.

Fonte: venturebeat.

Cadastro de novos clientes para o Banco Neon já está disponível

novos clientes para o Banco Neon

O cadastro de novos clientes para o Banco Neon estava indisponível devido à migração das operações para o Banco Votorantin. A medida foi realizada porque houve a liquidação extrajudicial do Banco Neon.

O cadastro de novos clientes para o Banco Neon já está disponível

Nesta quarta-feira (16), a Neon Pagamentos anunciou que retomou a abertura de cadastro para novos clientes. Segundo a instituição financeira, o restabelecimento do procedimento já funciona normalmente, assim como as aprovações.

Leia mais:

Os melhores bancos digitais sem anuidade em 2018.

Banco Neon sofre Liquidação Extrajudicial, como recuperar o seu dinheiro?

Como foi dito anteriormente, os serviços da empresa estavam indisponíveis por causa da migração das operações da fintech para o Banco Votorantim. A Liquidação Extrajudicial do Banco Neon foi anunciada, na semana passada, logo após o Banco Central determinar a Liquidação.

Segundo o fundador e executivo-chefe da Neon, Pedro Conrade, “a fintech segue no mercado financeiro de forma independente, contando com o suporte do Banco Votorantim”.

Outros serviços oferecidos pelo banco já foram reativados como o uso do cartão de débito, recarga de celular, pagamento de contas, saque, transferência, consulta de saldo, chat no app e notificações.

No entanto, alguns serviços ainda continuam indisponíveis, como cartão de débito virtual , compras no crédito e depósitos via boletos. Outros serviços estão funcionando parcialmente, como as faturas do cartão de crédito.

Gostou da notícia?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto.

Fonte: G1.

10 motivos para você abrir uma conta digital no Banco Inter e esquecer o Nubank

abrir conta digital no Banco Inter

As fintechs, com suas soluções financeiras via internet, estão inovando cada vez mais o mercado financeiro que envolve cartões de crédito, bancos, empréstimos, financiamentos, investimentos, entre outros. Algumas dessas startups estão se destacando muito, no Brasil, como é o caso do Banco Inter e do Nubank. No entanto, muitas pessoas não têm conhecimento ainda sobre o Banco. É importante que você saiba mais informações desse excelente banco digital. Abrir conta digital no Banco Inter permite que você poupe bastante dinheiro ao utilizar os serviços da instituição financeira.

Leia também:

10 motivos para abrir conta em fintech e esquecer os bancos tradicionais.

Nubank ou Banco Inter, qual é melhor?

Por que você deve sair do seu banco tradicional e abrir uma conta no Banco Inter.

O Banco Inter é uma opção realmente completa e 100% online. Sobretudo porque oferece diversos produtos como cartão de crédito sem anuidade, empréstimo, depósito, entre outros diversos serviços gratuitos. Além disso, Se você foi rejeitado pelo Nubank ou por outra fintech, talvez seja a hora de tentar a aprovação no Banco Inter. Por isso, resolvemos fazer um artigo em que mostrará alguns dos motivos para você se tornar cliente do banco.

Confira 10 motivos para você abrir conta digital no Banco Inter e esquecer o Nubank:

abrir conta digital no Banco Inter

1) Banco sólido e seguro

O Banco, antigamente, se chamava Intermedium e já existe há mais de 20 anos. Por isso, é uma instituição financeira sólida, autorizada e regulamentada pelo Bacen (Banco Central), associada ao FGC (Fundo garantidor de crédito). Também possui tecnologia de ponta e que assegura o sigilo e a proteção dos dados pessoais e bancários de seus clientes.

Os dados que os clientes enviam por aplicativo ou pelo Internet Banking, são criptografados. Também há a opção de acessar a conta por biometria, ou seja, não há necessidade de digitar a senha, se o seu celular for compatível.

2) Conta 100% gratuita

Além de oferecer diversos serviços e benefícios, o Banco Inter também é totalmente gratuito. O que significa que a conta corrente é isenta de tarifas e para abrir a conta corrente não é cobrada nenhuma taxa. Ao se tornar cliente do banco, o cliente não precisará pagar pelas transferência via TED, saques nos caixas da Rede Banco24Horas, pagamentos, consultar dados e extratos, emitir boletos, depositar cheques, entre outros serviços.

3) TEDs gratuitas e ilimitadas

Como falamos no tópico anterior, você poderá fazer quantas transferências via TED tanto para clientes do Banco Inter como para qualquer banco desejar. Sem dúvida, essa é uma grande vantagem.

4) Taxa de juros do rotativo mais barato

O Banco Inter cobra juros mensais do cartão de crédito na casa dos 5%. Já o Nubank, por exemplo, cobra até 14%. O que torna bem mais barato ter o cartão de crédito do Banco Inter.

5) Cartão de Crédito sem anuidade

Além de todas as vantagens, o cartão de crédito do Banco Inter também é gratuito. O que significa que não há cobrança de anuidade e nem taxas de administração.

6) Acesso facilitado aos produtos de investimento

Caso tenha interesse em investimentos, o correntista terá acesso a diversos produtos de investimentos. Será possível investir em algumas opções de LCI, CDB, entre outros produtos de investimentos em que o Banco Inter oferece.

7) Condições de empréstimos e financiamentos

O Banco Inter oferece diversas modalidades de empréstimos e financiamentos com taxas de juros baixas e condições especiais para os clientes do banco. É possível contratar financiamento imobiliário, crédito consignado, crédito corporativo, antecipação de recebíveis e crédito com garantia imóvel.

8) Depósito de cheque por imagem via aplicativo

O Banco Inter também permite que você deposite cheques em sua conta através do aplicativo do banco. Uma grande vantagem não precisar sair de casa para fazer o depósito do cheque.

9) Saque gratuito no Banco24Horas

O cliente do Banco Inter pode sacar dinheiro em toda a rede Banco24Horas de forma gratuita. Mais um benefício aos clientes do banco. Até porque, geralmente, na rede Banco24Horas é cobrado a partir do quarto saque no mês. Já no caso do Banco Inter, ele mesmo paga o saque de seu cliente.

10) Pagamento de boleto facilitado

Além das vantagens citadas acima, o Banco Inter permite, por intermédio do app, pagar boletos de forma rápida. Isso porque o app tem leitor de código de barras, o que facilita muito a sua vida. Ou seja, o cliente não precisa ficar digitando o código de barras, basta utilizar a câmera do smartphone, capturar o código e fazer a leitura.

Considerações Finais

Realmente abrir conta digital no Banco Inter é uma excelente ideia. Isso porque o banco oferece os mesmos serviços dos grandes bancos tradicionais mas tem a vantagem de ser 100% digital e totalmente gratuito. Além disso, o banco está cada vez mais se modernizando e se tornando uma das principais alternativas aos bancos tradicionais.

Portanto, abrir a conta digital no Banco Inter, provavelmente, fará não causar qualquer tipo de arrependimento em você. E também, se por acaso, você não esteja conseguindo a aprovação em fintechs como o Nubank ou em outras, o Banco Inter torna-se uma excelente alternativa, sobretudo, devido a todas as vantagens elencadas neste artigo.

Gostou do artigo sobre os 10 Motivos para abrir conta digital no Banco Inter?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Entenda como as fintechs de investimentos podem ajudar você a ganhar dinheiro na internet

fintechs de investimentos

Os bancos digitais, cartões de crédito digitais e empréstimos online já estão ficando cada dia mais populares em nossas vidas. Mas tem outro tipo de fintech que também está chamando bastante atenção no mercado financeiro: as fintechs de investimentos. As fintechs são startups que entregam serviços financeiros utilizando a tecnologia de uma maneira muito ágil e eficaz. Ou seja, o consumidor não precisa passar por longas filas, a burocracia é minimizada, o atendimento é feito pela internet e todo o gerenciamento de sua conta pode ser realizado via aplicativo para smartphone ou pelo Internet Banking. Além disso, as taxas são, geralmente, muito menores que a instituições financeiras tradicionais.

Leia também:

Presidente do Itaú pede igualdade de competição com as fintechs.

O que são Fintechs, e por que elas revolucionaram as nossas vidas.

São inúmeras as vantagens que uma startup financeira pode proporcionar aos seus clientes. Realmente, nada é mais chato do que ter que “aturar” o fato de que para fazer uma simples operação de troca de senha da internet, por exemplo, seja necessário esperar atendimento em filas gigantescas de bancos. Nas fintechs, esse processo é abolido, afinal é possível gerenciar toda a sua conta por intermédio de aplicativo para celular.

Entenda o que é Fintech:

Fintechs de investimentos

O termo fintech é composto pelas iniciais de palavras em inglês “financial” e “technology”. Ou seja, significa que essas empresas utilizam bastante a tecnologia para fornecer serviços financeiros aos seus clientes.

No entanto, o foco de uma fintech não é somente esse, esse tipo de startup também se diferencia por resolver problemas que os clientes normalmente enfrentam no mercado financeiro. Portanto, elas almejam que o cliente tenha uma experiência altamente positiva.

Existem diversas fintechs, para cada segmento financeiro em que há no mercado. Ou seja, existem os bancos digitais, administradoras de cartão de crédito digital, instituições de crédito online (empréstimos), seguros e as que têm o foco no investimento. E é nesta última que iremos falar mais um pouco logo abaixo.

Confira algumas das vantagens das fintechs de investimentos:

Personalização dos investimentos

As fintechs de investimentos ajudam os usuários a investir no mercado financeiro. Ou seja, ela reúne os dados do cliente e analisa o perfil dele. Depois disso, a empresa define de acordo com as limitações e os objetivos do investidor. A fintech de investimento, portanto, trabalha de uma forma em que analisa o que o seu cliente realmente precisa.

Transparência

Outra característica das fintechs é que elas primam pela transparência. Ou seja, não há letras miúdas que possam passar despercebidas por você na hora de assinar um contrato. Isso significa que o relacionamento entre o cliente e a empresa fica muito mais claro, gerando uma confiança ainda maior.

Tecnologia

Essas fintechs, obviamente, precisam de tecnologia para que os processos sejam feitos de uma forma eficiente. Assim, o atendimento ao cliente será feito com um resultado extremamente positivo. Como é de praxe das fintechs, os métodos sempre são descomplicados, ágeis e sem muita burocracia. Com ajuda de algoritmos, é feita uma análise e uma avaliação em milhares de produtos disponívels no mercado financeiro e os que mais se aproximam do perfil do cliente.

Tarifas mais baixas

Sem dúvida, um dos grandes pontos favoráveis das fintechs de investimentos são as taxas e tarifas com custo mais baixos do que as instituições financeiras tradicionais cobram.

Foco na experiência do usuário

As fintechs de investimentos se relacionam de forma inovadora e criativa com os seus clientes, proporcionando uma experiência única para eles. O que acaba gerando uma satisfação muito maior, além de lucrar mais do que com as instituições tradicionais.

Considerações Finais

Se você é daquelas pessoas que sempre gostaram do tema investimentos, mas não possui o conhecimento necessário e nem tempo para estudar o mercado. Sem dúvida, as fintechs de investimentos podem ser um grande aliado para você alcançar os objetivos e metas estabelecidas. Até porque essas startups financeiras, com algoritmos avançados, poderão traçar o seu perfil como investidor e certamente será possível que você ganhe mais dinheiro quando começar a investir com elas.

Outro ponto muito interessante é que você pode começar a investir, hoje, diretamente pelo celular de maneira ágil e rápida. Hoje em dia, a maioria das pessoas possuem um smartphone com conexão à internet, o que acaba sendo muito fácil começar a investir. Até porque você também terá o auxílio dessas fintechs, o que facilitará a obtenção de lucros maiores do que os atuais.

Leia também:

Por que você deve sair do seu banco tradicional e abrir uma conta digital no Banco Inter.

Gostou do artigo sobre as fintechs de investimentos?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Conheça algumas das maiores fintechs brasileiras

fintechs brasileiras

Conheça algumas das maiores fintechs brasileiras: As fintechs são startups que vendem soluções financeiras para os seus clientes e que se utilizam da tecnologia e a internet. Geralmente esses produtos têm menores custos tanto para a fintech como automaticamente para os clientes devido a não ter um local fixo e possuírem um quadro de funcionários bem menores. Isso significa, portanto, que conseguem ofertar produtos com preços muito mais competitivos que as instituições financeiras tradicionais. Essas empresas estão transformando completamente o jeito em que as pessoas lidam com suas finanças. Elas também estão transmitindo paulatinamente uma maior confiança aos consumidores, e por isso estão crescendo cada vez mais no mercado financeiro.

A tecnologia vem modificando nossas vidas como um todo, até porque a internet nos traz muitos benefícios que tornam nossa rotina mais dinâmica e ágil. Não precisar enfrentar filas gigantescas, poder tirar dúvidas diretamente pelos smartphones e diminuir drasticamente a burocracia são alguns dos exemplos que essas fintechs estão trazendo para as vidas dos consumidores. Portanto, vale a pena conhecê-las, para assim, conseguir tirar as dúvidas e escolher a que melhor se adapta às suas necessidades.

Leia mais:

Afinal, qual é a melhor conta digital das Fintechs em 2018?

No Brasil temos algumas delas se destacando no mercado, vamos a algumas delas?

O critério estabelecido para essa pesquisa foi de acordo com o valor recebido de aporte financeiro para crescimento. Os dados foram retirados do banco de dados MEDICI, da Let’s Talk Payments, e também informações do site StartSe.

Confira algumas das maiores fintechs brasileiras:

1) Nubank

fintechs brasileiras

O Nubank é uma fintech brasileira e pioneira no segmento de serviços financeiros. Ela atua como administradora de cartões de crédito digital e oferece também algumas operações de um banco digital.

Data de fundação: 2013

Total recebido em aportes: mais de US$ 234 milhões.

Investidores: Tiger Global Management, Sequoia Capital, QED Investors, Nicolas Berggruen, Kaszek Ventures, Gene Lockhart, DST Global, Founders Fund, Goldman Sachs. Ribbit Capital.

2) Creditas

fintechs brasileiras

A empresa oferece empréstimos com garantia tornando possível oferecer taxas menores de juros comparado com instituições fiannceiras tradicionais.

Data de fundação: 2012

Total recebido em aportes: US$74,78 milhões em aportes

Investidores: Rockaway Capital, Redpoint eventures, Quona Capital, QED Investors, Naspers, Napkn Ventures, Kaszek Ventures, International Finance Corporation (IFC)

3) GuiaBolso

fintechs brasileiras

O GuiaBolso tem o objetivo de gerenciar o financeiro pessoal do usuário. A plataforma automatiza o orçamento e orienta na tomada de decisões financeiras.

Data de fundação: 2012

Total recebido em aportes: mais de US$ 27 milhões.

Quem investiu: Kaszek Ventures, Florian Otto, e.Bricks Ventures, Ribbit Capital, Valor Capital Group, Carlos Curioni, Mark Goines, Peter Kellner, QED Investors, Omidyar Network, International Finance Corporation (IFC).

4) Bidu

fintechs brasileiras

O Bidu é um comparador de seguros em que agrega produtos de saúde, casa, automóveis, entre outros. Também é oferecido pela empresa produtos financeiros como empréstimo pessoal e cartão de crédito.

Data de fundação: 2012

Total recebido em aportes: mais de US$ 8,9 milhões.

Quem já investiu na fintech: Amadeus Capital Partners, Monashees Capital, Bertelsmann e Otto Capital Partner.

5) PicPay

fintechs brasileiras

É um aplicativo de pagamento em que permite que o cliente receba ou pague para qualquer pessoa usando o seu cartão de crédito ou saldo da sua carteira PicPay. O usuário do PicPay também pode pagar as contas dos comerciantes participantes e transferir os crédito da PicPay para a conta bancária.

Data de fundação: 2012

Total recebido em aportes: $1,2 milhões

Quem investiu: investidores anjo

Considerações Finais

Como você pode perceber reunimos alguma das principais fintechs brasileiras que têm a ver com o assunto do nosso site. Portanto, vale a pena você dar uma conferida nessas empresas inovadoras e de repente se tornar cliente delas, não é mesmo? Porque assim será possível tornar a sua vida mais dinâmica, ganhando tempo e se estressando bem menos com filas em que as instituições financeiras tradicionais geralmente possuem. Também será possível, além dos benefícios da agilidade, economizar mais dinheiro porque esses serviços são mais baratos pelos motivos elencados no decorrer deste artigo. Por isso acreditamos que provavelmente você irá se beneficiar com algum dos serviços em que as fintechs oferecem.

Sobretudo porque elas vêm crescendo rapidamente na mesma velocidade em que revolução digital está se encaminhando. Certamente será possível receber algumas vantagens disso. 😉

Gostou do artigo sobre as maiores fintechs brasileiras?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Fontes: StartSe, Medici.