Começa hoje (29) os depósitos do saque-imediato do FGTS. Saiba quando você recebe

0

A Caixa começará a pagar nesta segunda-feira (29) os depósitos de saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). O valor dos pagamentos vai até R$ 1.045, valor do salário mínimo atualmente, e será feito nas contas sociais digitais. Os primeiros a receber são os beneficiários nascidos em janeiro. Assim, a liberação do dinheiro será feita para todos os trabalhadores que tenham saldo em contas ativas ou inativas no FGTS até o limite de R$ 1.045. O calendário segue de acordo com o mês de nascimento.

Portanto, se você tiver R$ 500 no FGTS, poderá realizar o saque do FGTS no valor de R$ 500. Porém, se tiver R$ 5 mil, por exemplo, terá acesso apenas aos R$ 1.045. Além disso, cada trabalhador terá direito a apenas um saque do FGTS, independentemente do número de contas que possua. O dinheiro, como falamos, será liberado inicialmente nas contas sociais digitais, podendo ser movimentado para pagamento de contas e compras por meio do aplicativo da Caixa. No caso do saque do FGTS em espécie ou transferências, será preciso esperar até o dia 25 de julho.

É provável que você também goste:

Bancos e fintechs querem o controle dos meios de pagamentos e maquininhas de cartões

Saque da terceira parcela do auxílio emergencial pode demorar até três meses.

SCPC e Serasa tentam prever a inadimplência futura e dificultam acesso ao crédito

Dinheiro pode ser usado para compras e pagamentos via aplicativo

A conta social digital, onde será recebido o FGTS, será aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores. Dessa forma, a movimentação do valor do saque emergencial poderá, inicialmente, ser realizada por meio digital com o uso do aplicativo Caixa Tem, assim como ocorre com o Auxílio Emergencial. Assim, após o depósito do valor na poupança social digital, quem recebe o adiantamento poderá realizar o pagamento de boletos ou contas, ou até mesmo utilizar o cartão de débito virtual e QR code para fazer compras, sem necessidade de realizar o saque do FGTS.

Portanto, a partir da liberação dos recursos para saque ou transferência, de acordo com o calendário, será possível também transferir o dinheiro sem qualquer custo e para qualquer conta bancária. Também será permitido fazer o saque do FGTS em espécie nos terminais de atendimento da Caixa, ou em casas lotéricas. No total, será disponibilizado o saque do FGTS para mais de 60 milhões de brasileiros. Desses, ao menos 20 milhões não possuem conta na Caixa.

Saque do FGTS deve ser feito apenas se necessário

Dos mais de 60 milhões que poderão fazer o saque do FGTS, cerca de 30 milhões, ou seja, metade deles, estarão com sua conta de FGTS zerada após a retirada do valor. Assim, é importante ponderar sobre a necessidade de retirar esse dinheiro agora. Caso seja necessário, pode ser um apoio importante durante a crise, mas é importante pensar no momento que virá pós-pandemia, inclusive com o aumento do desemprego no país. De acordo com a Caixa, a medida que permite o saque do FGTS deve injetar até R$ 36,2 bilhões na economia.

Por fim, apesar de o governo ter anunciado o saque emergencial por Medida Provisória, em função da pandemia, o plano inicial era que o pagamento fosse liberado ainda no dia 15 de junho. Entretanto, problemas operacionais fizeram com que a Caixa adiasse a liberação dos recursos, que será realizada nesta segunda (29), e se estende até o dia 21 de setembro.

Como consultar o valor de saque do FGTS disponível

Para consultar o valor que você possui disponível, basta realizar o acesso por meio do aplicativo do FGTS ou do Internet Banking da Caixa. No app, você seleciona a opção “Cadastre-se”, preenche todos os dados solicitados e cria uma senha de acesso. Para quem já faz uso do aplicativo, basta repetir a mesma senha que utilizava antes. Por fim, clientes da Caixa que desejam fazer o saque do FGTS podem acessar seu extrato no internet banking no computador ou no aplicativo Caixa, pelo celular ou tablet. Por fim, confira o calendário do saque emergencial do FGTS:

Janeiro – Uso Digital: 29 de junho – Saques e transferências: 25 de julho
Fevereiro – Uso Digital: 6 de julho – Saques e transferências: 8 de agosto
Março – Uso Digital: 13 de julho – Saques e transferências: 22 de agosto
Abril – Uso Digital: 20 de julho – Saques e transferências: 5 de setembro
Maio – Uso Digital: 27 de julho – Saques e transferências: 19 de setembro
Junho – Uso Digital: 3 de agosto – Saques e transferências: 3 de outubro
Julho – Uso Digital: 10 de agosto – Saques e transferências: 17 de outubro
Agosto – Uso Digital: 24 de agosto – Saques e transferências: 17 de outubro
Setembro – Uso Digital: 31 de agosto – Saques e transferências: 31 de outubro
Outubro – Uso Digital: 8 de setembro – Saques e transferências: 31 de outubro
Novembro – Uso Digital: 14 de setembro – Saques e transferências: 14 de novembro
Dezembro – Uso Digital: 21 de setembro – Saques e transferências: 14 de novembro

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: Davi Correa, via Shutterstock.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar