Como saber se uma ação da Bolsa de Valores está barata ou cara?

- Publicidade -

A chegada do novo coronavírus motivou nas pessoas uma busca incessante por novas formas de renda, visto que os empregos formais se viram bastante ameaçados durante a pandemia. As altas taxas de desemprego atingidas nos últimos meses não enganam: muita gente está a procura de uma nova forma de renda para manter o orçamento em dia.

Por isso, o mercado de investimentos, principalmente as ações, são bons atrativos para quem tem interesse em iniciar no mundo financeiro em um futuro próximo. Agora, uma das maiores dúvidas de quem está começando é: como encontrar ações baratas para investir e não perder dinheiro?

Muita gente não tem a menor ideia do preço médio de uma ação e pode acabar gastando mais do que tem e recebendo pouco de volta. Esse é um erro comum de quem estudou pouco e correu para investir antes de ter certeza do que estava fazendo. Infelizmente, é algo mais comum do que se possa imaginar. Para evitar que isso aconteça com você, confira as nossas dicas abaixo!

É provável que você também goste:

Remessa Online investe em meio à crise e expande atuação para o mercado latino-americano

Bradesco é condenado a indenizar cliente por discriminação racial

Quais os serviços do Nubank que mais cresceram durante a quarentena?

Como saber se uma ação da Bolsa de Valores está barata ou cara?

Por que é importante saber o preço de uma ação?

Na hora de buscar uma boa oportunidade de investimento, muitas pessoas acabam optando por comprar ações na Bolsa de Valores. Certamente, são os investimentos de renda variável mais famosos ao redor mundo. Entretanto, isso não significa que sejam fáceis de aplicar ou que sejam uma opção de dinheiro garantido, muito pelo contrário.

Portanto, é necessário entender como elas funcionam e, principalmente, o quanto custam, para reconhecer se está valendo a pena esse investimento ou não. Para saber se o preço de uma ação está barato ou caro você deve observar um indicador chamado preço por valor patrimonial.

O preço por valor patrimonial é o principal indicador a ser observado antes de comprar uma ação. Confira a seguir como entender melhor esse indicador que vai te ajudar a escolher a melhor ação.

Valor Patrimonial por Ação (VPA)

Primeiramente, o indicador do valor patrimonial da ação é representado por P/VPA, que quer dizer “preço por ação” dividido pelo “valor patrimonial por ação”, número que informa o quanto do patrimônio da empresa pertence ao dono de cada ação. Esse valor é obtido através da divisão do patrimônio líquido pela quantidade de ações existentes de uma determinada companhia.

Para descobrir o patrimônio líquido basta subtrair seus passivos dos seus ativos. Os ativos são as propriedades de uma empresa, como equipamentos e máquinas, e os ativos incluem pagamentos a colaboradores, fornecedores e empréstimos.

O patrimônio líquido total é um indicador facilmente encontrado no balanço das empresas, no site da Bolsa de valores ou em corretoras.

Preço por Valor Patrimonial (P/VPA)

Para finalmente saber se o preço de uma ação está barato ou caro, é imprescindível saber analisar o resultado da divisão do preço por valor patrimonial, o P/VPA. É a partir desse resultado que você terá a resposta se vale a pena ou não investir em determinada ação.

O resultado dessa conta gira normalmente em torno de 1. A análise que deve ser feita é: caso o resultado dê maior que 1, a ação provavelmente está cara, e se o resultado for inferior ou igual a 1, o preço da ação está barato.

Por exemplo, se a ação de uma empresa está sendo negociada a R$ 100 e seu VPA também é de R$ 100, então o valor do índice P/VPA é igual a 1. Isso significa que a ação da empresa em análise é totalmente equivalente ao valor patrimonial da mesma.

Entretanto, caso as ações estivessem sendo negociadas por R$ 200, com o mesmo VPA de R$ 100, o P/VPA seria igual a 2. Ou seja, a ação custaria o dobro do valor patrimonial, indicando que está cara, não sendo uma boa oportunidade de investimento no momento.

Apesar do VPA ser um bom indicador que não deve ser ignorado na hora de comprar uma ação, é necessário analisar caso a caso, pois o mundo financeiro não é uma matemática tão exata como parece ser.

Considerações finais

Cabe ressaltar que também é preciso levar em consideração outros fatores externos, como o histórico da empresa, o momento econômico do país e do mundo, entre outros.

É inegável que o P/VPA é uma das principais ferramentas que auxiliam na tomada de decisão de investimento, por isso é importante saber usá-lo a seu favor. É interessante sempre olhar para a situação como um todo antes de se decidir por um investimento.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: pim pic via shutterstock

Seu Crédito Digitalhttps://seucreditodigital.com.br/
O Seu Crédito Digital é o maior site brasileiro especializado em bancos digitais, fintechs, cartões de crédito, empréstimos e crédito em geral.
- Publicidade -

Mais Populares

Caixa faz nova rodada de pagamentos do Auxílio Emergencial nesta quarta-feira (05)

Nesta quarta-feira (05), a Caixa fará uma nova rodada de pagamentos do Auxílio Emergencial. Dessa vez, estão incluídos os beneficiários nascidos em maio, que...

Projeto prevê uso de vale-transporte para pagar aplicativos durante pandemia

Trabalhadores em breve poderão ter mais uma opção de transporte durante a pandemia de Covid-19. Conforme Projeto de Lei (PL) da senadora Rose de...

Caixa Tem: CEF garante saque dos R$ 600 para quem teve conta bloqueada

Nesta segunda-feira (3), a Caixa Econômica Federal garantiu que aqueles que tiveram a conta do Caixa Tem bloqueada não vai precisar esperar o desbloqueio...

Mais de 1 milhão de pessoas começam a receber o auxílio emergencial essa semana

Hoje (03), o Ministério da Cidadania anunciou um novo calendário do auxílio emergencial. Ele vai começar a ser pago no dia 5 de agosto...
- Publicidade -