Uma mensagem que vem circulando pelo WhatsApp sobre a inscrição do Programa Auxílio Cidadão, também chamado de “coronavoucher”, que seria aquela ajuda do Governo Federal de R$ 200 por três meses, que já anunciamos aqui no site, vem com um link para cliques que não é do governo. Isso quer dizer que o site que a mensagem informa para você clicar é falso, e pode ser um golpe de coleta de informações.

É provável que você também goste:

Receita Federal suspende prazos do imposto de renda.

Caixa tem modalidade de empréstimo com dinheiro rápido e sem consulta ao SPC e Serasa.

BNDES transfere R$ 20 bi para nova rodada de saques do FGTS e suspende pagamento de empréstimos.

Infelizmente, estamos vendo um grande número de notícias falsas sobre o Coronavírus. As chamadas fake news são boatos e notícias falsas que visam desde apenas enganar a população até mesmo aplicar golpes financeiros. Mas quando se trata de uma doença tão grave, e que já levou a óbito muitas pessoas, a indignação é maior ainda. Por isso, nós do Seu Crédito Digital, nesse momento tão frágil da nossa sociedade, estamos comprometidos a desmentir todas as fake news possíveis que circulam pelas redes sociais e WhatsApp. Para ficar informado, clique neste link e fique por dentro da nossa cobertura completa sobre o Coronavírus.

Confira o texto da mensagem sobre o Auxílio Cidadão

Governo Federal iniciou o cadastramento do Auxílio Cidadão que dá uma ajuda mensal no valor de R$ 200 para trabalhadores autônomos e pessoas de baixa renda para ajudar a combater CORONAVÍRUS.

Confira se você tem direito ao benefício:

http://auxilio-corona.info

auxílio cidadão coronavoucher

Antes de mais nada, é importante ressaltar que o site http://auxilio-corona.info não é um link oficial do Governo Federal. Os links oficiais do governo sempre terminam com gov.br, como por exemplo, o site do Ministério do Desenvolvimento Social, que é mds.gov.br.

Governo vai dar o auxílio cidadão (Coronavoucher)?

De fato, existe um anúncio do governo federal que visa pagar R$ 200 por três meses para trabalhadores informais, que são aqueles que não tem carteira assinada, além de desempregados e Microempreendedores Individuais (MEIs). Ademais, pessoas em situação de pobreza, extrema pobreza e idosos que não recebem aposentadoria poderão ser beneficiados deste benefício.

Importante ressaltar que apenas quem não recebe benefícios do governo, como Bolsa Família ou aposentadoria, poderá ser beneficiado destes valores. Ao todo, o investimento do Governo Federal neste programa será de R$ 15 bilhões, divididos em R$ 5 bilhões por mês.

Como falei aqui neste post, entramos em contato com a Caixa na semana passada e os atendentes nos informaram que ainda não receberam maiores informações do governo sobre a distribuição do benefício. Segundo o site valorinveste.globo.com, uma medida provisória (MP) ainda vai definir as regras sobre como os trabalhadores serão selecionados para receber o auxílio cidadão, também chamado de “coronavoucher”.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Fonte: Contábeis

Imagem: rafapress e andres barrionuevo lopez via shutterstock