Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Sua dívida atrasada vai completar 5 anos, será que não precisa pagar?

0

De fato, as dívidas no cartão de crédito, bancos ou empréstimos não pagos, elas prescrevem depois que completam cinco anos. Até porque o prazo máximo do nome e o CPF do devedor ficarem negativados também é por esse mesmo período. No entanto, será que isso é motivo de você não pagar suas dívidas? Será que isso não acarretará em problemas futuros? Se a sua dívida atrasada vai completar 5 anos, será que você precisa pagar? Tudo isso será respondido logo abaixo.

Leia também:

Regras para renegociação do Fies são divulgadas.

Empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa do Banco Inter é confiável?

Seja membro

Saiba como fazer transações do Banco do Brasil pelo WhatsApp

Sua dívida atrasada vai completar 5 anos, será que não precisa pagar?

O seu nome depois de 5 anos voltará a ficar limpo se não tiver outras dívidas pendentes, mas as consequências serão outras. Sendo que a dívida não deixará de existir e sua vida financeira será prejudicada.

Mesmo que a dívida não possa mais ser cobrada na justiça, os juros seguirão correndo e o banco poderá cobrar você pelo resto de sua vida. Além disso, o seu nome estará limpo, mas poderá ficar marcado e dificultar ou impedir tentativas futuras de conseguir crédito. Pois os serviços de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, não podem manter o nome do consumidor por mais de cinco anos. Porém, os bancos fazem a sua própria lista suja, com dados obtidos num serviço pouco conhecido do Banco Central. Por isso, as instituições financeiras sabem se você já deveu antes e podem negar empréstimos.

Perda de bens

Além disso, o consumidor assume diversos riscos, quando decide enfrentar os cinco anos. Isso porque ele pode perder bens, como carro e casa. Os bens podem ser levados a leilão, afim de que sejam usados para quitar a sua dívida. Somado a isso, o credor pode também pedir à justiça que o salário do devedor seja descontado diretamente na sua conta para pagar a dívida. A princípio, no entanto, o salário é impenhorável e não pode ser retido para pagamentos das dívidas dos credores. Mas, se a justiça entender que o devedor está abusando do direito e ainda por ter condições de quitar a dívida, parte do salário poderá ser bloqueado.

Score de crédito

Dívidas do passado e que não foram solucionadas podem complicar a sua vida em futuras transações, porque isso suja o histórico de crédito do consumidor. Para calcular o histórico, existe o score de crédito, que é uma pontuação calculada pelas casas de crédito. Nele, o grau de inadimplência do consumidor é avaliado, assim como sua pontualidade em pagar contas.

A pontuação vai de zero a mil e, obviamente, que quanto maior for, mais o consumidor paga suas contas com pontualidade. As empresas ou bancos podem solicitar os dados para definir se é possível conceder o crédito ao consumidor.

Confira aqui, mais sobre como funciona o score de crédito.

Considerações Finais

É imprescindível que você pague suas contas sempre em dia. No entanto, se o consumidor não conseguir, tente pagar o mais rapidamente possível. Até porque se a dívida persistir, é possível que você perca bens e não consiga mais crédito na sua vida. Portanto, a nossa dica é se organizar com um bom planejamento financeiro, para assim sair das dívidas. E por fim, se a sua dívida atrasada vai completar 5 anos, negocie com o credor e quite-a.

E então, gostou do artigo?

Nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará todas as notícias e artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.