Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Empresas precisam investir para evitar contas laranjas e golpes com Pix

Golpes com Pix e contas laranjas: ferramentas de combate apresentam diversas falhas. Saiba mais!

0

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

As tecnologias têm sido utilizadas a favor da segurança por diversos negócios e instituições financeiras. Nos últimos anos, sistemas modernos e sofisticados têm ajudado no combate de fraudes, principalmente as que envolvem contas laranjas e golpes do Pix.

Do ponto de vista de especialistas entrevistados pelo portal Valor Econômico, o uso de diversas tecnologias de verificação de identidade, maior compartilhamento de dados e uma resposta mais ágil a relatos de fraudes são algumas atitudes que precisam ser tomadas pelas instituições financeiras para evitar golpes com Pix e expansão de contas laranjas.

Golpes com Pix e contas laranjas: ferramentas de combate apresentam falhas primárias

Para uma reportagem do Valor Econômico, o diretor de inteligência cibernética da Axur, Thiago Bordini, apontou que, apesar de existem diferentes ferramentas para validar se um código é seguro, ainda é possível encontrar falhas primárias até mesmo em aplicações de instituições mais maduras.

Além da falha de autenticação, Bordini também destacou outros pontos de vulnerabilidade das empresas, como a ausência de ferramentas mais assertivas de identificação de fraudes e contas laranjas.

“Hoje, todos os golpes de Pix e outros culminam em uma conta laranja. Se a instituição financeira tem um processo que facilita a detecção ou a contenção das transações com rapidez, é muito mais fácil”, disse o especialista.

As contas laranjas são contas falsas abertas por bandidos com a utilização de dados pessoais de vítimas para receber quantias de outras pessoas que também são vítimas de crimes. Esse tipo de ação pode, por exemplo, deixar um indivíduo endividado caso os criminosos realizem muitos empréstimos.

Já nos golpes que utilizam o Pix, os bandidos fazem uso da chamada engenharia social, ação em que vítimas são enganadas e, utilizando os dados pessoais passados por ela, conseguem transferir valores via Pix.

Banco Central quer deixar o Pix mais seguro

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que quer responsabilizar as instituições financeiras que tenham contas abertas por criminosos em nome de clientes, as conhecidas “contas laranjas”. O objetivo é diminuir a quantidade de golpes envolvendo o Pix.

Em uma audiência pública na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara de Deputados, Neto disse que o BC está “apertando o máximo possível para que os bancos não tenham capacidade de ser hospedeiros de ‘conta laranja’ ou conta intermediária”.

Por fim, o presidente da entidade brasileira ainda ressaltou que o BC vai começar a realizar um processo em que as instituições financeiras serão responsabilizadas se for feita uma fraude de Pix e elas possuírem uma conta laranja.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Pira25 / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar