Se você é autônomo negativado, ou seja, não trabalha com carteira assinada e está com nome sujo, o Serasa eCred pode ser a solução. Infelizmente, autônomos negativados costumam ter muita dificuldade para solicitar empréstimos, principalmente empréstimos com juros baixos. No entanto, com o Serasa eCred é possível conseguir um bom empréstimo com taxa de juros acessível. Confira mais detalhes e veja como solicitar um empréstimo para autônomo negativado do Serasa eCred na matéria a seguir!

É provável que você também goste:

Quase metade dos brasileiros não controla o próprio orçamento, revela pesquisa CNDL/SPC Brasil

Banco Modalmais vai lançar família de cartões de crédito em fevereiro.

Magazine Luiza anuncia conta digital em parceria com Banco do Brasil

Por que solicitar um empréstimo para autônomo negativado?

Com o empréstimo para negativado autônomo do Serasa eCred, você pode conseguir dinheiro para colocar suas contas em dia e limpar seu nome. Além disso, o dinheiro do empréstimo também pode ser uma boa oportunidade para reorganizar suas finanças ou investir em algum projeto pessoal.

Uma vantagem do empréstimo para negativado autônomo do Serasa eCred é que ele pode ser feito pela internet, sem precisar ir ao banco ou alguma financeira.

Detalhes importantes ao solicitar empréstimo para autônomo negativado?

Comprovação de renda

Conseguir um empréstimo para quem tem o “nome sujo” é um tabu no mercado de crédito. E se você for autônomo com restrição, a situação pode ser ainda pior. Afinal, é um pouco mais complicado comprovar sua renda para ter a confiança do banco, empresa credora ou instituição financeira, pois não existe nenhum holerite, folha de pagamento ou vínculo de trabalho.

A boa notícia é ao solicitar empréstimo para autônomo negativado pelo Serasa eCred, você pode utilizar seus extratos bancários de até 90 dias para comprovar sua movimentação bancária. Dessa forma, você pode mostrar ao mercado que você está pronto para conseguir arcar com esse tipo de empréstimo pessoal.

Taxas de juros

Conseguir baixas taxas de juros para empréstimo para autônomos negativados é um pouco mais complicado, mas não é impossível. Pelo Serasa eCred, você pode encontrar empresas que oferecem esse tipo de crédito pela internet, simular uma oferta e comparar as taxas. Então, basta apenas escolher a proposta mais acessível ao seu bolso.

ATENÇÃO: ao pedir o seu empréstimo para negativado autônomo online, lembre-se de também comparar, além das taxas de juros, o C.E.T. (Custo Efetivo Total) de cada oferta de crédito.

Passo-a-passo para conseguir um empréstimo para autônomo negativado do Serasa eCred

Para conseguir o empréstimo para autônomo negativado do Serasa eCred, basta seguir os passos a seguir:

  • Primeiramente, acesse gratuitamente o Serasa eCred;
  • Em seguida, responda às perguntas iniciais sobre o tipo de empréstimo que você precisa;
  • Confira atentamente as ofertas que existem para o seu perfil, prestando muita atenção em itens como taxa de juros, CET e valor da parcela;
  • Logo após, cadastre-se no Serasa eCred e preencha mais algumas informações;
  • Você precisará ainda enviar seus documentos diretamente para o parceiro do Serasa eCred pela plataforma online;
  • A seguir, seu pedido será avaliado pela empresa que você solicitou o empréstimo para autônomo negativado conforme as políticas de crédito da instituição;
  • Por fim, você receberá a resposta do seu pedido, indicando se ele foi aprovado ou não.

Documentação necessária para solicitar o empréstimo pelo Serasa eCred

Para solicitar o seu empréstimo para autônomo negativado do Serasa eCred, algumas empresas parceiras da plataforma costumam exigir os seguintes documentos: Documento oficial com foto. Exemplos: RG, carteira do órgão (OAB, CRM, etc.), CNH (Carteira Nacional de Habilitação), passaporte e carteira de trabalho;

  • CPF;
  • Renda: Holerite, Contracheque, Extrato bancário, Carteira de trabalho, Declaração do imposto de renda;
  • Residência: Contas água, luz, telefone (celular ou fixo), Contrato de aluguel com firma reconhecida em cartório, Demonstrativos enviados pelo INSS, por exemplo, fatura de cartão de crédito, Extrato do FGTS enviado pelo Caixa Econômica Federal, Carnê de cobrança de IPTU ou IPVA, Boleto de cobrança de plano de saúde, condomínio, financiamento imobiliário ou mensalidade escolar.

Atenção: apresentar todos esses documentos não garante que o seu pedido de empréstimo para autônomo negativado do Serasa eCred será aprovado. Cada empresa tem suas próprias políticas para liberar, ou não, uma solicitação de crédito para autônomo negativado.

Entretanto, se seu pedido de empréstimo para negativado autônomo for negado, você pode acessar novamente o Serasa eCred e fazer uma nova simulação.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Nakigitsune-sama, via Shutterstock.